conecte-se conosco

CEFortalezaPESérie ASportÚltimas

Chamusca vê controle contra o Sport e defende desempenhos em má fase

Treinador, entretanto, reconheceu a baixa efetividade do Leão do Pici durante o confronto

Foto: Reprodução/ TV Leão

Publicados

em

Apesar da derrota por 1 a 0 para o Sport, na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro, o técnico Marcelo Chamusca viu controle por parte do Fortaleza, ainda que tenha reconhecido a falta de efetividade no último terço. Além disso, o treinador defendeu o rendimento da equipe em meio aos maus resultados, afirmando que o Leão do Pici foi superior aos adversários na maioria dos jogos. 

LEIA: Fortaleza divulga os dez atletas que testaram positivo para Covid-19; veja nomes

“A avaliação do jogo é muito simples e clara. Se pegar os números, vai mostrar bem. Finalizamos 17 vezes contra seis do Sport, onde eles só acertaram o alvo uma vez, no gol. E das nossas 17, se não me engano, tivemos sete bloqueios, nove para fora e acertamos o alvo uma vez. Sendo que quando marcamos, conseguiram ver a unha (refere-se ao gol de Ederson, anulado pelo VAR). Quando o Sport fez o gol, ficou ataque contra defesa. Até criamos algumas situações interessantes, mas (tivemos) efetividade baixa”, iniciou.

“Jogamos contra um adversário que finaliza pouco, joga o tempo todo em contra-ataque e sofreu muito no segundo tempo, treinado para jogar da forma que jogaram. Faltou termos uma qualidade maior para circular, combinação pelos lados. Foi um jogo totalmente controlado, (mas) nem vou dar ênfase aos números (estatísticas), já que não fomos efetivos”, acrescentou o treinador.

Com o resultado, chegou a seis partidas consecutivas sem vitórias e, sob o comando de Chamusca, tem apenas um triunfo em nove jogos – está em 15º lugar, dois pontos acima da zona de rebaixamento. 

“Em termos de resultados, (o momento é) péssimo. Não tem como pegar o aproveitamento dos jogos desde que cheguei e falar que é bom, os números estão aí. Agora, na maioria dos jogos em que empatamos ou fomos derrotados, jogamos melhor que o adversário. Mas os números são ruins, a avaliação é essa”, concluiu.  

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending