conecte-se conosco

NáuticoPEPernambucanoÚltimas

Hélio aprova intensidade e responsabilidade: “Esperava isso”

Publicados

em

O que o técnico Hélio dos Anjos mais queria para o início do Campeonato Pernambucano era a continuidade do desempenho do Náutico da reta final da Série B. E, ao menos na estreia, a equipe alvirrubra conseguiu se aproximar do nível de intensidade para golear o Central por 5×0, nos Aflitos.

Além da intensidade, o comandante alvirrubro elogiou também a responsabilidade do Timbu em entender a necessidade de construir um resultado positivo com placar seguro. Os cinco gols alvirrubros foram marcados ainda no primeiro tempo.

“Esperava isso mesmo. Que o time entrasse com muita intensidade, dedicação para fazer o resultado e foi feito no primeiro tempo. Fiquei satisfeito com o meu time que entrou para um jogo de estreia em que sabíamos que a responsabilidade maior era nossa e assumimos isso fazendo uma partida de dedicação e compenetração. Independentemente da fragilidade do adversário, tivemos a atitude necessária para deixá-los mais fracos”, analisou.

A abertura do Campeonato Pernambucano marcou também a estreia de três dos cincos reforços do Náutico até o momento para a temporada. Alex Alves começou como titular, Marciel entrou no intervalo e Giovanny foi acionado no decorrer do segundo tempo. Todos deixaram uma boa perspectiva para o treinador.

“Alex Alves teve oportunidade hoje de mostrar a qualidade na saída de bola. É um jogador inteligente neste sentido com os pés e na reposição com as mãos. Foi importante, apesar de não ter sido muito exigido. É experiente e conhece bem a posição. Marciel eu não gostaria de dar a oportunidade na lateral em sua estreia, mas o Bryan está resfriado e foi para o jogo mesmo assim. Para não correr risco de contusão, colocamos Marciel no segundo tempo. Gostaria de ter usado ele por dentro. Já Giovanny ficou em campo pouco tempo, mas é um jogador agudo, de um contra um e que vai crescer. É interessante para a função. Fico satisfeito, mas não posso julgá-los por um jogo nem negativa e nem positivamente”, afirmou Hélio dos Anjos.

A entrada de Alex Alves como titular, inclusive, surpreendeu. Jefferson fez toda a pré-temporada e participou do jogo-treino no último sábado (20). Porém, Alex Alves assumiu a vaga nesta semana e já ganhou a confiança do treinador para a meta alvirrubra.

“Contratamos o Alex para jogar e não quis postergar isso. Jefferson é um profissional que tem nos ajudado no comportamento do dia a dia e é um fato natural respeitar as decisões. Decido muito friamente e tenho meus motivos. Naturalmente, desde que iniciamos a temporada, Jefferson sabia que contrataríamos mais um jogador. Ele faz parte do grupo de trabalho e, se houver oportunidade, tem condições de atuar e atuar bem”, ressaltou.

Outra novidade foi a entrada do atacante Kauan, de apenas 16 anos, no segundo tempo. O jogador já havia sido bastante elogiado pelo treinador na véspera do jogo e ganhou a oportunidade quando o resultado já estava definido.

“Kauan é um menino. Nós tínhamos outras opções. Ele é um atacante de posicionamento mais por dentro, artilheiro e forte. Está aprendendo tudo. Tanto ele quanto Fernando. Mas, até pelas informações que tive, ele é o mais jovem a entrar em um jogo profissional na história do Náutico. Então, é uma homenagem ao sub-17 e toda a base do Náutico. Foi uma oportunidade que outros vão receber também na medida do possível. Os meninos estão convivendo e aproveitando a chance porque o grupo é pequeno. É também uma forma de avaliar o trabalho feito na base”, pontuou.

Foto: Tiago Caldas/CNC

Trending