conecte-se conosco

CECearáCopa do NordestePIÚltimas

Ceará desperdiça chances, empata com Altos e pode deixar liderança do grupo A

Foto: Fausto Filho/Ceará SC

Publicados

em

Foi um jogo de pouco brilho, onde prevaleceu os erros nas tomadas de decisão. Não à toa, Ceará e Altos ficaram no 0 a 0 insosso na tarde deste sábado, no estádio Albertão, no Piauí, pela terceira rodada da Copa do Nordeste. Resultado, porém, que deixou o Vozão na ponta do grupo A do Regional, com cinco pontos conquistados, enquanto o Jacaré se manteve na quarta posição da outra chave, com quatro somados.

Como fica?

Na próxima rodada, o Ceará tem o Clássico Rei pela frente, contra o Fortaleza, no sábado (20), no Castelão, e o Altos enfrenta o 4 de julho, fora, ainda em local a ser definido. O Vozão, porém, fica na liderança momentânea do seu grupo, porque pode ser ultrapassado pelo 4 de julho, em caso de vitória sobre o Sport, na Ilha do Retiro, no complemento da rodada, e pelo Treze, que visita o Fortaleza logo mais, neste sábado, no Castelão.

Vozão com as melhores chances

No geral, o Ceará teve superioridade nos primeiros 45 minutos de jogo no estádio Albertão, obrigando o goleiro Marcelo a fazer boas defesas e com Saulo Mineiro mandando uma bola na trave. Por outro lado, o Altos, acuado, nas raras vezes em que chegou ao ataque, pecou na tomada de decisão. Foi assim com Klenisson, aos sete minutos, que recebeu a bola, ficou cara a cara com Richard, mas chutou fraco e o goleiro defendeu. 

E minutos depois também com Thiaguinho, que em jogada pela esquerda, preferiu tocar cruzado ao invés de finalizar – dando tempo para a defesa do Vozão se recompôr e tirar o perigo. A melhor chance dos piauienses ocorreu no final do primeiro tempo, com finalização de fora da área de Roger Gaúcho – curiosamente quando o time ficou menos espaçado em campo. 

30 minutos de queda de produtividade

Diferentemente da primeira etapa, quando o Ceará se impôs, boa parte do segundo tempo, porém, foi de escassez de oportunidades. E, não à toa, de queda de produção. O Ceará, inclusive, ainda contou com a lesão de Victor Jacaré, que foi substituído depois de 15 minutos em campo com uma entorse no tornozelo. A única boa chance criada pela Vovô ocorreu aos 17 minutos, quando Jorginho cobrou escanteio e a bola desviou em Roger Gaúcho que, por pouco, não enganou o goleiro Marcelo.

Emoção no fim

Lançando o time todo para o ataque, o técnico Fernando Tonet colocou quatro atacantes em campo, justamente para tentar a superioridade numérica na grande área. Quase deu resultado. Em boa jogada cruzada na área por Manoel, Gláucio e Betinho ficaram frente a frente com a bola, embaixo da barra, mas não conseguiram empurrar para o fundo das redes. Depois, foi a vez do Ceará responder com Saulo Mineiro, que recebeu cruzamento de Marlon, cabeceou, mas Marcelo defendeu. A última grande chance da partida aconteceu já nos descontos, com Richard salvando o Ceará no chute de Manoel, que arriscou de fora da área – mas não suficiente para mudar os contornos do jogo.

Ficha do jogo

Altos 0

Marcelo, Jean, Reinaldo Lobo, Rafael Araújo e Thiaguinho; Dos Santos, Ray e Rógr Gaúcho (Lucas Campos); Klenisson (Netinho), Manoel e Betinho. Técnico: Fernando Tonet.  

Ceará 0

Richard, Eduardo, Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Wiliam Oliveira (Fabinho), Fernando Sobral e Jorginho (Marlon); Wescley (Victor Jacaré) (Rick), Saulo Mineiro e Felipe Vizeu (Cléber). Técnico: Guto Ferreira.

Trending