conecte-se conosco

CECopa do NordesteFortalezaPBÚltimas

Fortaleza melhora no 2T, arranca empate com Treze e se mantém na ponta do Nordestão

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Publicados

em

Uma partida de tempos distintos na noite deste sábado, no Castelão. Depois de pecar muito e sair atrás do Treze, que marcou com Jairinho, aos 32 da primeira etapa, o Fortaleza melhorou e, sufocando a equipe paraibana no segundo tempo, conseguiu arrancar o empate com Wellington Paulista, pela terceira rodada da Copa do Nordeste.

Resultado que manteve o Tricolor do Pici na ponta do grupo B do Regional, com sete pontos conquistados, e a invencibilidade do time na competição. Até aqui, foram duas vitórias e um empate. Por outro lado, o Treze segue em segundo na outra chave, com cinco somados.

Próximos compromissos

Na próxima rodada da Copa do Nordeste, o Treze joga diante do ABC, no Domingão, no sábado (20), enquanto o Fortaleza encara o Clássico Rei contra o Ceará.

Domínio do Treze

Mesmo jogando no Castelão, o Fortaleza foi amplamente inferior ao Treze, dono das ações do jogo nos primeiros 45 minutos. O Galo, sobretudo, inibiu as chegadas do Leão do Pici, que demonstrou bastante dificuldade em transitar pelo meio e lados do campo – sua principal virtude. E aí, oportunista, o time potiguar abriu o placar depois de ter criado duas chances de muito perigo – e o Fortaleza nenhuma. Aos 32, Jairinho pegou a sobra da bola afastada pelo Fortaleza na grande área e cabeceou no canto direito de Felipe Alves, que só olhou a bola entrar.

Perigo pelo alto

Sem demonstrar poder ofensivo para criar chances com bola ao chão, o Fortaleza apostou na bola aérea para tentar empatar o jogo. Em um deles, balançou as redes, com Wanderson cabeceando em cruzamento de Crispim, aos 38 minutos, mas o árbitro marcou a falta porque a bola, durante a finalização, tocou na mão do zagueiro. Antes, aos 34, Wanderson, em novo lance de jogada pelo alto, cabeceou bem, no canto de Jeferson, que defendeu o que seria o gol de empate. No final do primeiro tempo, Osvaldo também tentou. Após falha de Jeferson em cruzamento de Vitor Ricardo, o atacante tentou completar para o gol, mas Marlon salvou o Treze praticamente em cima da linha.

Fez efeito

O Fortaleza iniciou o segundo tempo levando muito perigo do Treze. Logo aos seis minutos, a defesa do Tricolor do Pici bobeou e Felipe Alves teve que defender de orelha para salvar o segundo gol do time paraibano. Aos cearenses coube seguir a mesma tônica do primeiro tempo para empatar: apostando nas jogadas áreas. Desta vez, surtiu efeito. Depois de Carlinhos, aos 16, receber lançamento de Wellington Paulista e cabecear rente à trave de Jeferson, o próprio Wellington Paulista empatou o jogo. Após bola cruzada na área de David, o centroavante só completou para o fundo das redes de Jeferson.

‘São’ Jeferson

Minutos depois, aos 32, foi a vez de Wellington Paulista parar em Jeferson. Em bola levantada na área por Carlinhos, o camisa nove cabeceou no capricho, no canto esquerdo do goleiro do Treze, que se esticou todo para salvar a virada.

Ficha do jogo

Fortaleza 1

Felipe Alves, Vitor Ricardo (Juninho), Wanderson, João Paulo e Bruno Melo (Carlinhos); Éderson, Matheus Jussa e Crispim (Luiz Henrique); Osvaldo (David), Romarinho e Wellington Paulista. Técnico: Fernando Flores.

Treze 1

Jeferson, Paulinho, Marlon, Rômulo e Emerson; Darlan (Rogerinho), Régis Potiguar e Romeu; Birungueta (Júlio Ferrari), Kleiton Domingues (Ancelmo) e Jairinho (Bruce). Técnico: Marcelinho Paraíba.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending