conecte-se conosco

EstaduaisPEPernambucanoSanta CruzSportÚltimas

Pipico sai do banco, marca e Santa Cruz arranca empate com Sport

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Avatar

Publicados

em

Deu empate no primeiro Clássico das Multidões de 2021. Pela terceira rodada do Campeonato Pernambucano, no Arruda, na tarde deste domingo, o Leão foi amplamente superior ao Santa Cruz no primeiro tempo, abrindo o placar com Mikael, aos 29 minutos. Mas brilhou, de novo, a estrela de Pipico. Decisivo, o atacante saiu do banco de reservas na etapa complementar para dar os contornos finais e deixar tudo igual no confronto.

Tabela e calendário

Com o resultado, o Santa Cruz chega à terceira colocação no Campeonato Pernambucano, com cinco pontos somados. O Sport vem logo atrás, em quarto, com quatro. Pela próxima rodada do Estadual, o Santa Cruz volta a campo somente no próximo mês, diante do Vera Cruz, no dia sete de abril, novamente no Arruda. Já o Sport recebe o Central, na Ilha do Retiro, no dia 25.

Imposição rubro-negra no 1T

Um primeiro tempo de imposição completa do Sport sobre o Santa Cruz no Arruda. O Rubro-negro não precisou fazer muito para ser mais efetivo que o Tricolor, que com extrema dificuldade e lentidão na transição, sequer conseguiu chegar à intermediária do rival para se articular ofensivamente. Em apenas uma única vez, com Léo Gaúcho, aos sete minutos, os corais chegaram ao gol de Luan Polli, mas o chute foi para fora.

E aí, naturalmente, sem oferecer resistência por parte do Santa Cruz, as chances do Sport começaram a se desenhar. Aos 13, Sander recebeu boa bola enfiada de Ronaldo na esquerda e mandou para o gol. O bandeirinha, porém, marcou impedimento no lance. Tempo depois, aos 29, nova chance do Leão, de novo com Sander, que arriscou de fora da área e a bola passou rente à trave de Martín Rodríguez.

Lance que gerou o primeiro gol do Sport no jogo, após passe de Ronaldo para Sander. Bandeirinha, porém, marcou impedimento. Reprodução/Premiere

Enfim, o gol

Na sequência do lance, porém, o Sport não deixou passar, abrindo o placar merecidamente no Arruda. Após erro de Augusto Potiguar na saída de bola defensiva, Mikael aproveitou aos 30 minutos, cortou para a esquerda e chutou forte, sem chances para Martín defender.

Sport assusta no início. Santa muda e se lança ao ataque

Diferentemente da primeira etapa, o segundo tempo foi bem mais movimentado entre as equipes. Logo aos três minutos, o Sport mandou uma bola na trave em cabeçada de Marcão, após cobrança de escanteio de Patric. No Santa Cruz, Brigatti fez mudanças à atacado, lançando o time ao ataque e colocou Pipico em campo.

E foi com ele que o Tricolor teve duas chances. A primeira, em finalização para fora, sem perigo para Luan Polli. A segunda, porém, a melhor do Tricolor até então. Aos 22, Augusto Potiguar cruzou, a bola passou toda pela zaga do Sport e sobrou para Pipico, mas o centroavante furou o a lance.

Num Clássico das Multidões repleto de garotos (foram 16 nomes até 23 anos), o mais experiente em campo empatou no fim. Análise + destaques.

Sport se retrai, Santa pressiona e chega ao gol

Na terceira oportunidade que teve, porém, não perdoou. Aproveitando a postura retraída do Sport, o Santa Cruz apostou na bola aérea e surtiu efeito. Aos 38, Eduardo cruzou e Pipico, livre na marcação, cabeceou no canto de Luan Polli e empatou o clássico. Decisivo mais uma vez.

Ficha de jogo

Santa Cruz 1
Martín Rodríguez, Augusto Potiguar, Wiliam Alves, Célio Santos e Alan Cardoso (Eduardo); Caetano (Ítalo Henrique), Elicarlos (João Cardoso) e Felipe Simplício (Marcel); Chiquinho, Felipe Almeida (Pipico) e Léo Gaúcho. Técnico: João Brigatti.

Sport 1
Luan Polli, Sander, Adryelson, Rafael Thyere e Patric; Ricardinho, Ronaldo (Ítalo) e Marcão; Matheusinho (Luciano Juba), Gustavo (Ewerthon) e Mikael (Rodrigo Melo). Técnico: Jair Ventura.

Trending