conecte-se conosco

Copa do NordestePISportÚltimas

“Artilheiro do amor”, Ted Love explica apelido, diz estar solteiro e promete coração contra o Sport

Avatar

Publicados

em

Atual campeão piauiense, o 4 de Julho vem sendo uma das surpresas do futebol nordestino nesse início de temporada, com a quarta colocação no Grupo A da Copa do Nordeste (uma vitória e um empate) e a classificação inédita para segunda fase da Copa do Brasil, eliminando o Confiança. E um dos destaques da equipe de Piripiri, a 178 quilômetros da capital Teresina, é um atacante de nome curioso. 

Aos 29 anos, Ted Love está em sua quinta temporada pelo clube e vive o melhor momento da carreira. Em entrevista ao NE45, o jogador que se chama Eduardo dos Santos Souza, explicou a origem do apelido e prometeu comemorar com um coração, caso marque um gol contra o Sport, quarta-feira, na Ilha do Retiro, pela 3ª rodada do Nordestão. 

“Sempre fui um cara muito alegre e meus amigos sempre me apelidavam. Mas quem começou a me chamar de Ted Love foi o treinador português Luís Miguel, em 2017, e aí pegou”, explicou o jogador, que disse estar solteiro. “O Love é um pouco por causa disso (ser namorador), mas agora estou mais sossegado. Estou solteiro, mas conhecendo agora uma menina…Esse nome ajuda um pouco (nas paqueras)”, brincou.

E o apelido parece não ter ajudado apenas o atacante nos assuntos sentimentais. Desde que passou a ser chamado de Ted Love, o jogador se firmou no 4 de Julho, virou ídolo do clube e no ano passado ajudou a equipe a conquistar o título estadual (quebrando um jejum de nove anos), com direito a ser o artilheiro da competição, com dez gols. Conquista que levou o 4 de Julho a disputar a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Brasileiro em 2021.

Antes, o jogador acumulou passagens por clubes como São José-MA, Palmas, Imperatriz, Americano-MA, Guarany de Sobral, Viana-MA e Uberlândia, onde começou a carreira.  

“É um nome legal e que deu certo. Agora vou carregar pra sempre. Estou muito feliz e vivendo um momento único, não só pra mim como também para meus companheiros de clube. Jogar competições nacionais e a Copa do Nordeste, com todo mundo vendo. A gente almeja coisas melhores para as nossas vidas e essas competições ajudam pra isso. Enfrentar times de grande tradição e visibilidade”, pontuou Love, pronto para fazer seu nome também na Ilha do Retiro.

“Sempre que entro em campo busco fazer gols e não vai ser diferente contra o Sport. Jogar contra o Sport é uma motivação a mais. Todo mundo quer enfrentar um time grande, com todo mundo vendo. Quando faço gols, às vezes comemoro um coração na comemoração, às vezes faço uma dancinha. Pode ser que eu faça um coração, se marcar um gol contra o Sport”, prometeu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending