conecte-se conosco

BABahiaCopa do NordestePESportÚltimas

Atropelo: Bahia goleia Sport em Pituaçu pela Copa do Nordeste

Para ilustrar: goleiro Carlos Eduardo ainda foi um dos destaques do jogo

Avatar

Publicados

em

Amplamente superior, o Bahia passou por cima do Sport na tarde deste sábado, no estádio de Pituaçu, pela quarta rodada da Copa do Nordeste. Sem nem precisar fazer tanta força, o Esquadrão aplicou um 4 a 0 – com espaço para mais. Os gols do Esquadrão foram marcados por Patrick de Lucca, Gabriel Novaes (duas vezes) e Rodriguinho, diante de um Leão inoperante.

VÍDEO: assista aos gols e aos melhores momentos da goleada do Bahia sobre o Sport

E agora?

Com o resultado, o Tricolor vai para liderança do grupo A, com sete pontos, enquanto o Rubro-negro segue na lanterna do grupo B, com dois. Na sequência do Regional, o Bahia visita o CSA, enquanto o Sport recebe o Confiança. Ambos na noite desta terça-feira.

Incontestável, Bahia goleia Sport e se recupera no Nordestão; leão segue na lanterna

Primeiro tempo de domínio absoluto do Bahia

A etapa complementar foi de um time só: o Bahia, que nem precisou fazer força diante de um Sport muito mal na marcação, apesar dos três volantes, e que cedeu vários espaços ao Esquadrão, tanto pelos lados como, principalmente, pelo centro.

Assim, sem pressionar, o Tricolor assustou várias vezes. Aos oito minutos e aos 16, Rodriguinho recebeu entrando na área, livre, e finalizou, mas parou em Carlos Eduardo na primeira e isolou na segunda. Aos 20, de longe, Patrick de Lucca acertou o travessão; um minuto depois, Daniel arriscou e a bola passou raspando.

Não é exagero, foram várias as chegadas, com espaço, sobretudo para chutar de fora. O gol do Esquadrão parecia maduro. E estava. Em chute da entrada da área, Patrick de Lucca acertou em cheio, a bola bateu no travessão e entrou.

Do lado rubro-negro, o trio de Betinho, Ricardinho e Marcão foram de grande inoperância defensiva, tanto para fechar a frente da área quanto para fazer as coberturas. Quem também foi mal neste quesito, aliás, foi Dalberto, que tinha a missão de ajudar Júnior Tavares pela esquerda.

Foi por ali, aliás, que o Esquadrão ampliou: nos acréscimos do primeiro tempo, Nino Paraíba foi acionado nas costas do atacante, rolou para o meio, Gilberto chutou para defesa de Carlos Eduardo – surpresa para o jogo e com grande atuação, realizando ao menos cinco defesas difíceis na etapa inicial – e no rebote Gabriel Novaes aproveitou para ampliar.

Sport nulo

Do lado do Leão, faltou, além da marcação, criatividade. Dalberto, lento, pouco acrescentou na frente, assim como os volantes, que só tocaram para o lado, enquanto Gustavo foi bem discreto. As únicas chegadas do Sport foram em cruzamentos, onde Maidana e Mikael exigiram boas defesas de Douglas, aos 13 e aos 41 minutos. Muito pouco e de forma pontual as chegadas rubro-negras.

Segundo tempo segue com o Bahia bem superior

Na etapa complementar, o Esquadrão até buscou administrar um pouco mais, enquanto o Sport tentou ir para cima com mudanças em busca do empate. E dentro das propostas, o Bahia levou a melhor mais uma vez, inclusive ampliando – e olhe que novamente nem precisou fazer força.

Gilberto fez ótimo pivô para achar lançamento para Rodriguinho, que entrou livre, cara a cara com Carlos Eduardo e estufou as redes, aos 17 minutos. Do lado rubro-negro, até que houve uma maior retenção de bola no ataque, ainda que improdutiva, sem assustar Douglas – sendo importante pesar que o Tricolor diminuiu mais o ritmo.

Na reta final, ainda houve tempo para mais um: Gabriel Novaes aproveitou rebote de cruzamento na área e fuzilou o goleiro leonino para dar números finais ao jogo. Triunfo justo, sem pressionar e com vaga para mais.

Ficha

Bahia

Douglas; Nino Paraíba (João Pedro), Lucas Fonseca, Juninho (Ignácio), Matheus Bahia; Patrick, Edson (Raniele), Daniel (Ramon), Rodriguinho; Gabriel Novaes e Gilberto (Alesson). Técnico: Dado Cacalcanti

Sport

Carlos Eduardo; Ewerthon, Adryelson, Maidana, Júnior Tavares; Marcão, Betinho (Ítalo), Ricardinho (Toró), Gustavo (Neilton); Dalberto e Mikael (Paulinho). Técnico: Jair Ventura

Gols: Patrick de Lucca, Gabriel Novaes (2x) e Rodriguinho (BAH)
Cartões amarelos: Matheus Bahia (BAH); Betinho e Dalberto (SPO)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending