conecte-se conosco

CECearáCopa do NordesteFortalezaÚltimas

Ceará pressiona no 2ºT, Fortaleza se segura e clássico fica no empate

Publicados

em

Apesar da superioridade do Ceará no segundo tempo, o Clássico-Rei da Copa do Nordeste, neste sábado (20), ficou no 0x0, no Castelão. O Vozão pressionou, perdeu inúmeras oportunidades e não conseguiu balançar as redes. O Fortaleza foi melhor no primeiro tempo, mas na etapa complementar apenas se defendeu como pôde, segurou o ímpeto do rival e saiu de campo com um ponto.

O resultado não foi bom para o Vozão pelo rendimento em campo e também por perder a liderança do Grupo A. O Alvinegro caiu para a segunda colocação com seis pontos. Na próxima rodada, na quarta-feira (25), o adversário será o Botafogo-PB, no Almeidão, às 21h. Já o Fortaleza saiu no lucro porque segue em primeiro no Grupo B com oito pontos e terá pela frente o Santa Cruz, terça-feira (23), às 21h30, no Castelão.

Chances no início

O Clássico-Rei começou em ritmo muito acelerado. Nos primeiros minutos, uma grande chance para cada lado. Aos três, o estreante Mendoza disparou em velocidade, passou pela defesa, saiu na cara do goleiro, mas chutou em cima de Felipe Alves. O Fortaleza respondeu com Luiz Henrique, que recebeu de Wellington Paulista e, praticamente sem goleiro, mandou por cima da trave.

A intensidade e as jogadas ofensivas, no entanto, duraram 15 minutos. Com o decorrer do tempo, as equipes diminuíram o ritmo e evitaram ceder espaços ao adversário. A precaução passou a dar o tom da partida.

Marcação e faltas

Por volta dos 20 minutos, as equipes prezaram mais pela marcação e, por consequência, as faltas começaram a sair. O jogo ficou mais tenso, brigado e com três cartões amarelos em sequência para o Leão com Wanderson, Wellington Paulista e Pablo.

Com este panorama, os goleiros viraram meros espectadores até o intervalo. Os bons momentos ficaram no começo e o duelo ficou truncado até o intervalo, com muito nervosismo e poucas emoções.

Pressão do Ceará sem efeito

O Ceará foi o dono do segundo tempo. Atacou desde o reinício da partida, pressionou e perdeu inúmeras oportunidades. O Fortaleza apenas se defendeu, se segurou de todas as formas e saiu de campo no lucro com o ponto conquistado porque o desempenho ficou muito aquém do esperado.

O Vozão teve a chance de marcar com Klaus e que Robson salvou em cima da linha. Fernando Sobral, Bruno Pacheco e Klaus pararam no goleiro Felipe Alves no decorrer do segundo tempo. Nos minutos finais, Yony González também desperdiçou a sua chance. O Ceará não aproveitou os bons momentos, apesar da superioridade em campo e empatou por 0x0 com o Fortaleza.

Ficha do jogo

Ceará 0
Richard; Eduardo, Klaus, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; William Oliveira (Oliveira), Fernando Sobral e Vina (Marlon); Mendoza (Jorginho), Saulo Mineiro (Yony González) e Cléber (Jael). Técnico: Guto Ferreira.

Fortaleza 0
Felipe Alves; Pablo Gabriel, Quintero, Wanderson (João Paulo Silveira) e Carlinhos; Éderson, Jussa (Juninho) e Luiz Henrique (Matheus Vargas); Robson, David (Isaque) e Wellington Paulista (Osvaldo). Técnico: Enderson Moreira.

Local: Arena Castelão, em Fortaleza. Cartões amarelos: Fernando Sobral e Marlon (Ceará); Wanderson, Wellington Paulista e Pablo (Fortaleza).

Foto: Leonardo Moreira /FortalezaEC

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending