conecte-se conosco

PEPernambucanoSportÚltimas

Com força máxima, Sport derrota o Central e quebra jejum de vitórias

Avatar

Publicados

em

O Sport mandou a campo a sua força máxima, neste domingo (28), na Ilha do Retiro, e quebrou o jejum de vitórias após oito partidas na temporada. Mesmo sem apresentar um grande futebol, o Leão derrotou o Central por 2×0 com gols de Thiago Neves e Toró. A Patativa ainda desperdiçou um pênalti no segundo tempo defendido por Luan Polli, que substituiu Carlos Eduardo após um choque de cabeça com Lucão.

Confira a classificação do Campeonato Pernambucano

Além de reencontrar o caminho das vitórias, o Rubro-negro subiu para a vice-liderança do estadual com sete pontos, mas com jogos a mais que Salgueiro e Santa Cruz. O Tricolor, aliás, é o próximo adversário do Sport, na quarta-feira (31), às 21h30, no Arruda, pela Copa do Nordeste. Já o Central, em 8º com dois pontos, receberá o Retrô, no domingo (4), às 16h, no Lacerdão.

Com força máxima, Sport vence o Central na Ilha e acaba jejum de um mês

Na bola parada

Em um jogo de poucas emoções e baixa qualidade técnica, a bola parada fez a diferença a favor do Sport. Aos 20 minutos, Thiago Neves cobrou uma falta da área com perfeição e acertou o ângulo do goleiro Wallef para abrir o placar para o Leão.

Vale ressaltar que, antes do gol, o Central chegou a ameaçar com Jean Moser. O jogo ainda teve uma paralisação por conta do sistema de irrigação da Ilha do Retiro que foi ligado. No mais, o duelo teve pouca criatividade e lances perigosos. No Leão, chamou a atenção a dificuldade na construção do jogo e, por consequência, em chegar ao ataque com qualidade. A Patativa tentou ir para cima também, foi mais incisivo que os donos da casa, mas de forma pouco coordenada.

Susto com Carlos Eduardo

Já nos acréscimos do primeiro tempo, mais um lance preocupante no Campeonato Pernambucano. O goleiro Carlos Eduardo sofreu um choque de cabeça com o zagueiro Lucão, do Central. O jogador rubro-negro ficou se debatendo no chão, recebeu atendimento médico e deixou a Ilha do Retiro de ambulância, mas consciente. Ele sofreu um trauma na face com concussão cerebral e por isso foi levado a um hospital realizar os exames necessários. Luan Polli foi acionado e entrou na meta rubro-negra. Vale lembrar que no triunfo do Náutico sobre o Vitória, Palominha, do Tricolor das Tabocas, também foi levado a um hospital depois de uma pancada na cabeça.

Pênalti desperdiçado

O Sport voltou melhor para o segundo tempo e, em menos de dez minutos, criou duas oportunidades de ampliar a vantagem. Porém, Mikael e Adryelson desperdiçaram as chances claras de gol. Quem também não aproveitou a sua foi Central. Aos 24 minutos, o árbitro marcou pênalti de Betinho em João Victor. Júnior Lemos bateu no canto esquerdo e Luan Polli defendeu.

Toró confirma a vitória

O Leão conseguiu assegurar a vitória apenas na reta final da partida. Aos 38 minutos, Toró, que havia acabado de entrar no lugar de Neilton, recebeu de Gustavo e chutou na saída de Wallef para marcar o segundo gol rubro-negro e dar números finais ao jogo.

Ficha do jogo

Sport 2
Carlos Eduardo (Luan Polli); Patric, Adryelson, Iago Maidana e Sander; Ronaldo Henrique, Betinho e Thiago Neves (Gustavo); Neilton (Toró), Maxwell (Dalberto) e Mikael (Trellez). Técnico: Jair Ventura.

Central 0
Wallef; Nininho, Lucão, Allan Miguel e Issa; João Victor, Djair e Erivan (David); Júnior Lemos, João Felipe (Dodô) e Jean Moser. Técnico: Pedro Manta

Local: Ilha do Retiro, no Recife. Gol: Thiago Neves (Sport), aos 20 do 1ºT; e Toró, aos 39 do 2ºT. Cartões amarelos: Betinho (Sport); João Felipe (Central).

Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending