conecte-se conosco

BABahiaCopa do NordesteÚltimas

Dado defende Douglas e vê que Bahia fez jogo de igual para igual com Fortaleza

Publicados

em

A derrota do Bahia para o Fortaleza por 2 a 1 faz com que o Tricolor de Aço tenha que garantir a classificação para o mata-mata da Copa do Nordeste somente na última rodada, diante do ABC, em Salvador. No duelo disputado no Castelão, apesar de ter feito uma grande defesa no começo do jogo, o goleiro Douglas voltou a falhar em lance ainda no primeiro tempo, onde a bola passou por entre as pernas dele após cruzamento, e Conti salvou o que seria o segundo gol dos cearense. O técnico Dado Cavalcanti tratou de passar confiança para o arqueiro e disse que não vê motivos para uma troca na meta do Esquadrão.

“Não existem motivos, hoje, para tirar o Douglas. Tenho confiança nele. Ele não tomou nenhum gol por conta dele, ele não errou nos gols. O jogo traz dificuldades, a bola dá uma variada na frente do goleiro, então isso é normal para todos os goleiros que disputam a copa do Nordeste, dá um pouco mais de dificuldade nos chutes de fora da área. Mas vamos trabalhar, fazer o nosso melhor nos momentos pré-jogo para que nossos atletas estejam sempre confiantes para fazer o melhor dentro de campo”, disse o comandante.

Faltou o Bahia decidir no detalhe

Dado destacou que o Tricolor fez uma boa partida diante do Fortaleza, apesar da pouca criatividade apresentada na criação de jogadas. Mesmo assim, o treinador viu bons momentos da equipe e avaliou que a derrota foi diferente das outras duas que o time principal do Bahia sofreu na temporada. Contra Vitória e CSA, Dado Cavalcanti viu problemas em que o Esquadrão fez por merecer a derrota. Diante do Leão do Pici, ele não enxergou da mesma maneira.

Entendo sobre a junção dos três jogos que nós perdemos, nos questionamentos, mas os separo porque foram jogos bem diferente. Hoje tivemos dificuldades como tivemos em outros momentos, mas foi um jogo de igual para igual. Não dá para isolar só na questão de criação. Falo no contexto todo da equipe em campo, onde tivemos equilíbrio nos 90 minutos. Foi um jogo brigado, às vezes falado até demais, mas esse jogo eu descaracterizo da junção dos outros jogos que perdemos, posso afirmar que esse foi o jogo que a gente realmente jogou. Infelizmente nos fugiu, no detalhe, o resultado final.

Trending