conecte-se conosco

BABahiaÚltimas

Após triunfo, Dado vê Bahia em evolução e isenta defesa de erro

Esquadrão superou o ABC neste sábado; leia mais sobre entrevista do técnico

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Publicados

em

Depois de vencer o ABC por 2 a 1, na tarde deste sábado, em Pituaçu, que confirmou a classificação do Bahia em segundo na Copa do Nordeste, o técnico Dado Cavalcanti afirmou que a equipe está em evolução. Além disso, isentou o sistema defensivo de erro no gol sofrido, que se comportou bem e evitou investidas da equipe potiguar.

VÍDEO: assista aos gols do triunfo do Bahia sobre o ABC
LEIA: Bahia enfrenta o CRB nas quartas; confira detalhes e todo o chaveamento

“O gol que tomamos hoje não foi por deficiência defensiva, mas por um erro de construção, um passe equivocado. E perdemos a bola em um lugar mais longe do nosso raio de ação para exercer uma pressão pós-perda, então nem considero que o erro foi do sistema defensivo, o erro foi do sistema ofensivo, da nossa equipe como construção”, iniciou.

“Acho que nossa equipe teve uma participação efetiva na marcação, acho que evoluímos de um jogo para o outro no quesito bolas aéreas, muito mais no bloqueio dos cruzamentos. Hoje impedimos que o adversário cruzasse muito mais do que o Manaus. Então, continuar nesse processo de evolução, entender como as coisas estão acontecendo e procurar nos treinamentos ser efetivo na correção desses erros”, acrescentou Dado.

Fora isso, o treinador ainda avaliou que a postura do ABC foi diferente da encontrada pelo Esquadrão nos últimos jogos e trouxe as implicações que isso trouxe ao Bahia.

“Nos últimos dois jogos em casa enfrentamos adversários de marcação mais alta, que jogaram no nosso campo. E nós tivemos, assim, mais espaço nas construções e por isso também criamos mais condição de gol e concluímos melhor. Hoje, além do acúmulo de minutos, alguns atletas sentiram, o ABC se propôs a fazer uma marcação bem mais baixa”, analisou.

“E tivemos um pouco de dificuldades mas mesmo assim nós criamos, conseguimos entrar na defesa adversária, conseguimos finalizar. Talvez um pouco mais de concentração em algumas bolas que passaram na área adversária a gente não teve êxito e acredito que não é questão de evoluir ou involuir, é questão de se adaptar a um jogo que foi diferente. E acho que nossa equipe teve um comportamento adequado”, concluiu Dado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending