conecte-se conosco

ALCopa do NordesteCRBÚltimas

Técnico do CRB vê Bahia favorito, mas alerta: ‘Só temos uma derrota’

Confira principais trechos da entrevista de Roberto Fernandes

Foto: Reprodução/ CRB
Avatar

Publicados

em

Já em Salvador, nas vésperas de enfrentar o Bahia, o técnico Roberto Fernandes projetou o confronto que ocorre neste sábado, às 16h, na Fonte Nova, em jogo únicopelas quartas de final da Copa do Nordeste. E o treinador jogou o favoritismo para o lado do Esquadrão, sem, entretanto, deixar de demonstrar os méritos do Galo da Pajuçara. Para isso, apontou as estatísticas da equipe em 2021.

LEIA: Veja a provável escalação do CRB para enfrentar o Bahia

“O jogo é um clássico nordestino, mas o Bahia vem se consolidando na Série A. Com isso, passa a ter um orçamento já há bastante tempo e vai jogar no seu campo. Acredito que o Bahia leva um favoritismo, sem dúvida alguma. Porém, isso não quer dizer que a classificação já foi conquistada por eles”, disse o treinador.

“O CRB encara esse jogo contra o Bahia com o máximo de seriedade e respeito possível. Nós sabemos que os números do CRB como mandante são muito bons, mas temos alcançados objetivos também fora de casa, tanto que na temporada inteira só temos uma derrota, para uma equipe da Série A, fora de casa”, concluiu, referindo-se ao duelo com o Fortaleza, pelo Regional.

Na temporada, o Galo da Pajuçara tem 14 partidas, com nove vitórias, quatro empates e um revés – totalizando 73% de aproveitamento. Na Copa do Nordeste, foi terceiro do grupo A, enquanto no Alagoano lidera a competição com 100% de aproveitamento (quanto triunfos).

Confira outros trechos da entrevista de Roberto Fernandes

Escalação

Tivemos uma partida muito desgastante diante do Paysandu, num campo pesado, molhado, e em seguida uma viagem longa de Belém pra Salvador. Vamos analisar com calma. A ideia é manter uma base, mas se nós vamos iniciar com os mesmos 11, precisamos aguardar a evolução do dia a dia e ter essa definição após o último treinamento na sexta-feira.

Foco

“Uma coisa fundamental é a questão da competitividade. Eu não sei se competitividade, entrega, determinação, são suficientes, mas tenho certeza que, sem isso, você não alcança o objetivo. O grupo tem a consciência de que, quando não está no melhor das inspirações, não pode faltar luta, garra”.

Concentração

“O aspecto motivacional é sempre um lado importante da preparação, mas tão importante quanto o lado motivacional, que não falta a esse grupo, é o poder de concentração. Numa sequência de jogos decisivos é preciso estar com o nível de concentração alto para estar focado em fazer o melhor, aquilo que é treinado, que é mostrado em relação ao adversário”.

De novo nas quartas

“Vamos para mais uma. Na minha primeira passagem (em 2019), classificamos o CRB pras quartas de finais, decidimos fora de casa contra o Santa e acabamos não sendo felizes nos pênaltis. Hoje é outro elenco, outra história, outro adversário. Vamos procurar tentar construir uma nova história, sabendo que vamos enfrentar um adversário que também tem capacidade de conquistar a classificação e que não será injustiça que qualquer um passe”.

Trending