conecte-se conosco
Wallace Reis, capitão do Vitória Wallace Reis, capitão do Vitória

BABaianoÚltimasVitória

Wallace vê como obrigação Vitória chegar à final do Campeonato Baiano

Foto: Pietro Carpi/Vitória
Avatar

Publicados

em

A eliminação do Vitória para o Ceará, na Copa do Nordeste, faz com que os baianos voltem suas atenções para o Estadual. O Rubro-negro tem sete pontos em seis jogos, ocupando a vice-lanterna do campeonato. Contudo, tem duas partidas a menos que boa parte dos adversários e depende somente dele para entrar no G4, mirando as semifinais. O último título foi conquistado em 2017 e há dois anos o Leão não chega à final. Por isso o elenco sabe da responsabilidade em avançar e brigar pelo título. Uma eliminação precoce é visto como “inadmissível”.

“É inadmissível o Vitória ficar fora de uma final do Campeonato Baiano, não é de uma semifinal não. A gente entende e sabe o tamanho que é o Esporte Clube Vitória, mas o clube é feito de uma série de fatores que determinam o seu tamanho. Os atletas que vestem a camisa, o comportamento que nós atletas temos dentro de campo. Tudo isso passa muito pela questão do nosso desempenho e das coisas que têm no futebol e não entram em campo”, afirmou o zagueiro Wallace Reis.

Para chegar lá, o time terá que cumprir dois jogos atrasados da primeira fase, contra Vitória da Conquista e Jacuipense. Caso vença ambos, entra no G4 e vai para a decisão da última rodada, diante do Fluminense de Feira. Em 2019 e 2020, o Rubro-negro sequer chegou no mata-mata e esse cenário é algo a ser interrompido, na visão de Wallace.

“Nos últimos anos a gente não vem tendo sucesso e tem mais do que obrigação ganhar os jogos que tem dentro de casa para, primeiro, ser racional nesse momento, pensar na classificação. Consequentemente pensar na final. De qualquer forma, Vitória tem obrigação moral e técnica de estar na final todos os anos”, completou o capitão.

Pressão pelo momento do Vitória

O Leão acumula a eliminação para o Ceará e o fantasma da eliminação na primeira fase do Campeonato Baiano volta a rondar. Com um elenco jovem, o time precisa manter a cabeça no lugar e evitar essa despedida tão precoce. Como um dos líderes do plantel, Wallace Reis destacou que a pressão vai acompanhar a todos ali dentro e quer que cada um esteja ciente da responsabilidade que carrega.

“Sabemos da pressão, faz parte da vida do atleta. Alguns suportam mais, outros menos. Isso vai dizer muito o que é nosso elenco, se ele sabe lidar com pressão. Eu acredito que jogador de futebol ganha bem, e é para suportar pressão. Espero que todos estejam cientes dessa responsabilidade e se comprometa ao máximo para colocar o Vitória entre os quatro colocados do Campeonato Baiano”, encerrou.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending