conecte-se conosco
Ceará e Bahia fazem confronto entre segunda melhor defesa e melhor ataque do G7 do Nordeste Ceará e Bahia fazem confronto entre segunda melhor defesa e melhor ataque do G7 do Nordeste

BABahiaCECearáCopa do NordesteÚltimas

Final do Nordestão contrapõe solidez defensiva do Ceará e ataque letal do Bahia

Fotos: Fausto Filho/Ceará SC e Felipe Oliveira/EC Bahia
Avatar

Publicados

em

Não há dúvidas de que Ceará e Bahia, atualmente, jogam o melhor futebol do Nordeste. Duas equipes que têm se destacado neste começo de ano, conquistando bons resultados não somente no Nordestão, mas também na Copa do Brasil e na Sul-Americana. As equipes se enfrentam já neste sábado (1), às 16h, em Salvador, pelo jogo de ida da final da Copa do Nordeste. O segundo jogo, em Fortaleza, acontecerá no outro sábado (8), também às 16h.

Em levantamento realizado pelo NE45 em relação às equipes que disputaram o regional e fizeram pelo menos 10 jogos na temporada, o Tricolor de Aço tem o melhor ataque, disparado, enquanto o Ceará tem a segunda melhor defesa, perdendo apenas para o rival Fortaleza, que caiu nas semifinais do Nordestão.

Ataque letal do Bahia

O Bahia disputou 22 jogos na atual temporada, somando Copa do Nordeste, Campeonato Baiano, Copa do Brasil e Sul-Americana. Apesar de usar no Estadual o time de transição, a equipe principal atuou no clássico contra o Vitória pelo torneio e alguns desses atletas mais jovens vêm ganhando chances com Dado Cavalcanti. Além de que o time de transição também disputou um jogo do Nordestão, contra o Salgueiro, na abertura do torneio. Ou seja, no somatório de todas as competições, são 44 gols marcados, gerando uma média de dois gols por jogo. O trio de ataque formado por Gilberto (8), Rossi (5) e Rodriguinho (4), é responsável por 17 gols no ano. 38,6% do total.

Vale destacar também que o Tricolor já aplicou seis goleadas na temporada. Este levantamento, divulgado primeiramente pelo perfil @comuecbahia no Twitter, mostra que o Esquadrão goleou Campinense, Sport, Altos, Manaus, CRB e Deportivo Guabirá-BOL. Ou seja, foram três competições diferentes (Copa do Brasil, Nordestão e Sul-Americana), contra adversários de diferentes portes e divisões, só que inferiores tecnicamente. O que não diminui em nada o feito da equipe, mas mostra que consegue ser, sim, superior e impositivo contra equipes que estão jogando em um nível abaixo do Bahia.

Defesa sólida do Ceará

Enquanto isso, o Vozão também tem um ataque bastante eficiente, que marcou 23 vezes em 13 jogos, gerando uma média de 1,76 gols por jogo. Mas o que tem chamado a atenção mais ainda é o setor defensivo da equipe. O Ceará sofreu apenas seis gols neste ano. Somente um a mais que o Fortaleza, que sofreu cinco. Por outro lado, o recorte do Ceará é muito interessante porque, desses seis tentos que tomou, quatro foram nas três primeiras partidas da temporada. Nas últimas 10, só foi vazado duas vezes, sendo a última de pênalti, contra o Jorge Wilstermann-BOL. Na Copa do Nordeste, são cinco jogos seguidos sem sofrer gols.

O Alvinegro tem mantido uma solidez de destaque, que aumentou ainda mais desde a chegada do zagueiro Messias, vindo do América-MG, comprado por aproximadamente R$ 2 milhões. Uma das 11 contratações milionárias do Vozão de 2019 para cá. Desde que ele entrou na dupla de zaga com Luiz Otávio, há seis jogos, o time sofreu apenas um gol, justamente contra o Jorge Wilstermann-BOL na Sul-Americana. A dupla de zagueiros é considerada uma das melhores do Nordeste e é apoiada por um sistema que pressiona bastante e auxilia muito na marcação. Prova que faz valer os números alcançados pela equipe neste ano, nas quatro competições que disputou: Nordestão, Campeonato Cearense, Copa do Brasil e Sul-Americana.

Melhores ataques do Nordeste na temporada*

1- Bahia: 44 gols em 22 jogos;

2- CSA: 33 gols em 20 jogos;

3- Confiança: 27 gols em 17 jogos;

4- CRB: 25 gols em 17 jogos;

5- Ceará: 23 em 10 jogos.

Melhores defesas do Nordeste na temporada*

1- Fortaleza: 5 gols sofridos em 13 jogos;

2- Ceará: 6 gols sofridos em 13 jogos;

3- Botafogo-PB: 6 gols sofridos em 10 jogos;

4- Treze: 13 gols sofridos em 10 jogos;

5- Confiança: 14 gols sofridos em 17 jogos;

*= Levando em conta apenas equipes que disputaram a Copa do Nordeste e fizeram, pelo menos, 10 jogos nesta temporada.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending