conecte-se conosco

PESanta CruzÚltimas

Estilo, elenco e mais: as primeiras palavras de Bolívar no Santa Cruz

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Avatar

Publicados

em

Bolívar chegou no Arruda. Depois de assistir nas arquibancadas da Arena Pernambuco a vitória importantíssima do Santa Cruz sobre o Retrô, assegurando classificação para as quartas de final do Campeonato Pernambucano, o técnico foi apresentado oficialmente no clube nesta quinta-feira.

Em perguntas feitas pela assessoria de imprensa Tricolor, o novo treinador comentou como recebeu o primeiro contato com a diretoria por sua contratação, falou sobre os bastidores do triunfo da última quarta-feira, e projetou os objetivos/metas traçadas ao final da temporada.

Confira, na íntegra, a entrevista

Como recebeu a proposta

“Muito feliz pelo convite de um grade clube, fiquei muito contente com o convite do Joaquim, do Fabiano, do Oberdan e do Jaime, pessoas que tiveram primeiro contato comigo para minha contratação. Fiquei muito feliz, muito contente, por saber da tradição desse clube, por saber da torcida apaixonada que aqui se encontra, e sem dúvida nenhuma fazendo parte agora, me sinto muito honrado de poder vestir essa camisa e defender esse clube. Mais uma prova ontem, na chegada da Arena de Pernambuco para poder acompanhar a vitória de ontem, de ver pessoas comprometidas, pessoas apaixonadas pelo clube, uma vibração muito grande. Então, estou muito contente e espero poder fazer um grande trabalhar e dar alegria ao torcedor, que tanto merece”.

Estilo de jogo: velocidade/futebol de força

“A escola gaúcha é uma escola de um jogo muito competitivo, não é à toa que os últimos técnicos da Seleção brasileira são técnicos gaúchos. Então, a gente vê equipes competitivas, e as equipes de onde eu trabalho são dessa maneira, de equipes que entregam os 90 minutos uma raça muito grande dentro de campo, e você aliando isso com uma técnica. E aqui eu encontrei na partida de ontem e nos últimos dias eu notei jogadores com uma qualidade muito boa, e você colocando esse outro método, de ter uma equipe competitiva, acho que a gente tem tudo para fazer um grande trabalho, porque a torcida pede isso”.

Primeiro contato com atletas

Uma partida que a equipe, primeiramente, mostrou um poder de reação muito grande. Essa vitória era fundamental, primeiramente para a nossa classificação, acho que a autoestima dos atletas foi muito importante para isso, e para todas as pessoas envolvidas com o clube. Então, fiquei muito contente com esse poder de reação, com essa vitória. Acho que a gente precisa, a cada treinamento, fazer ajustes, detalhes, colocar o que eu penso, os conceitos sobre futebol, e sem dúvida nenhuma eu sei do que eu tenho nas minhas mãos aqui”.

Evolução do time

“Acho que com o decorrer do tempo ,com os treinamentos, os jogo são muito próximos. A gente precisa de tempo para trabalhar, mas o futebol tem o imediatismo, e a gente precisa dar uma resposta muito grande. Então, com o tempo a gente vai fazendo os detalhes, aqueles ajustes, porque com o tempo eu tenho certeza que a gente vai fazer uma equipe muito competitiva em todos os setores para que possamos ter um Santa muito forte”.

Objetivos e recado para torcida

“Honrado, eu estou feliz de estar aqui, honrado, com uma vontade muito grande de trabalhar, porque é um clube de visibilidade, espero poder fazer um grande trabalho. Conto muito com o torcedor, eu sei que o torcedor cobra uma equipe competitiva e pode ter certeza que essa cobrança começa aqui, na comissão técnica, nos diretores e o torcedor vai ter essa equipe”.

Trending