conecte-se conosco

BABahiaCECearáCopa do NordesteÚltimas

Histórico, ranking, técnicos e mais: o que está em jogo para Bahia e Ceará

NE45 analisa e traz fatores que rodeiam a decisão da Copa do Nordeste

Foto: Divulgação/ Ceará SC e Divulgação/ EC Bahia
Avatar

Publicados

em

Consolidar o bom início de temporada, dar um respiro às finanças e, claro, guardar mais um troféu na galeria: tudo isso está envolvido nos 180 minutos que separam Bahia ou Ceará do título da Copa do Nordeste de 2021. Mas não só. Sobretudo pelo retrospecto histórico, há mais fatores que englobam a decisão do Regional, cujo primeiro jogo ocorre neste sábado, às 16h, no estádio de Pituaçu.

LEIA: Final do Nordestão contrapõe solidez defensiva do Ceará e ataque letal do Bahia
LEIA: Vencedor do primeiro jogo sagrou-se campeão em dez das 14 finais na Copa do Nordeste

Ceará – conquistar o tricampeonato invicto sobre o Bahia

O Vozão tem dois títulos da Copa do Nordeste, ambos invicto, e sobre o Esquadrão: em 2015 e 2020. E pode ampliar essa já relevante façanha, uma vez que na atual edição do Regional ainda não foi derrotado (soma seis vitórias e quatro empates) – a última derrota do Alvinegro, aliás, foi em 2019, nas quartas, para o Náutico, há 22 jogos.

Em caso de novo título, inclusive, o Ceará iguala Sport e Bahia no ranking de campeões da Copa do Nordeste – cada um com três troféus, no segundo lugar -, a apenas uma posição e um título do líder da lista, o Vitória, que é tetracampeão. De quebra, ainda abriria dois de vantagem para o maior rival Fortaleza.

Bahia – topo do Nordeste

Ao Tricolor, é nova chance de consolidar a força na Copa do Nordeste, onde é o time com mais semifinais (sete) e finais (cinco) deste o retorno da competição, em 2013. Porém, levantou o troféu apenas uma vez, em 2017, contra o Sport.

Além disso, se conquistar o título, chegará ao topo entre os campeões do Regional, com quatro títulos, igualando o Vitória – atual líder isolado do quesito – e abrindo um do Sport, com quem divide a segunda colocação atualmente.

Chance de ser tri Regional para os técnicos

Guto Ferreira

Atualmente, Guto Ferreira já é o técnico com mais títulos da Copa do Nordeste (dois), empatado com Arthurzinho (campeão em 1997 e 1998). Caso seja campeão, por sua vez, vai para o topo isolado deste ranking, já que nenhum treinador levantou o troféu da competição três vezes. Uma das conquistas do comandante, aliás, curiosamente, foi pelo Bahia (em 2017) e a outra pelo Alvinegro, no ano passado.

Guto Ferreira, aliás, além dos títulos, ostenta uma série invicta de respeito: são 22 partidas sem derrotas na competição (última vez foi em 2018, contra o Náutico, pelo Bahia), além de jamais ter sido eliminado do torneio em quatro quatro edições disputadas (2017, 2018, 2020 e 2021).

Dado Cavalcanti

Ainda que tenha disputado a competição em 2010 (Santa Cruz), 2015 (Ceará) e 2017 (Náutico), o técnico Dado Cavalcanti está em busca do primeiro título da Copa do Nordeste. Porém, conquistar títulos regionais não é novidade para o treinador.

Isso porque Dado é bicampeão da Copa Verde – competição que engloba times do Norte, Centro-Oeste e Espírito Santo – pelo Paysandu (em 2016 e 2018).

Ataque x defesa

Dentro das quatro linhas, o jogo também pode ser considerado como um tira-teima entre o ataque do Bahia e a defesa do Ceará, que vêm sendo os pilares das respectivas equipes neste início de temporada. Clique aqui para conferir material completo e detalhado feito pelo NE45.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending