conecte-se conosco
Alguns atletas do Independiente testaram positivo para covid-19, não jogarão contra o Bahia e tiveram que voltar para Buenos Aires Alguns atletas do Independiente testaram positivo para covid-19, não jogarão contra o Bahia e tiveram que voltar para Buenos Aires

BABahiaCopa Sul-AmericanaÚltimas

Bahia: Após testes positivos de covid no Independiente-ARG, Conmebol mantém jogo para esta terça

Foto: Independiente/Divulgação

Publicados

em

O Independiente-ARG passou por uma verdadeira saga para poder enfrentar o Bahia pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. A delegação argentina chegou em Salvador às 19h da segunda-feira (3) e foram realizar os testes para covid-19. Nele, 11 integrantes da comissão testaram positivo. Ao todo foram oito jogadores e o técnico-interino, além de outros membros da equipe. Todos eles ficaram retidos no aeroporto por pelo menos seis horas, sem comer e tomar água, enquanto os demais acabaram liberados para seguir até o hotel. Mesmo com a dúvida sobre a realização da partida, a CONMEBOL garantiu a realização dela nesta terça (4), às 19h15, em Pituaçu.

O critério adotado no Brasil para a testagem de covid-19 é diferente do utilizado pela CONMEBOL e na Argentina, pois aqui se baseia na carga viral. A entidade permite a viagem quando, mesmo que o teste PCR seja positivo, a carga viral existente não seja mais possível de infectar as pessoas. Ou seja, quando a pessoa está em fase final de infecção ou curada, mas ainda existindo fragmentos do vírus no organismo. Como há essa diferenciação entre os dois critérios, os integrantes da comissão do Independiente-ARG que testaram positivo voltarão da Bahia para a Argentina nesta manhã.

Houve muita reclamação dos argentinos pelo tratamento recebido no Aeroporto Luís Eduardo Magalhães. Tanto pelo tempo de espera sem resposta, sem poderem se alimentar ou até beber água. Eles ficaram em uma sala de atendimento da Polícia Federal e tiveram que sentar e se deitar no chão, no máximo com cobertores. Até o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, foi acionado e participou das tratativas do caso, tentando a liberação do grupo que foi barrado.

Houve a possibilidade do jogo ser adiado, mas o próprio Independiente-ARG manifestou a sua vontade de encarar o Bahia nesta terça-feira mesmo. Questão confirmada pela CONMEBOL. Com isso, estão de fora o goleiro Renzo Bacchia, o zagueiro Juan Manuel Insaurralde, os laterais Thomas Ortega e Gonzalo Asís, o volante Adrián Arreguí, os meias Pablo Hernández e Lucas González, além do atacante Nicolás Messiniti. Desta forma, a delegação do ‘El Rojo’ contará com 18 atletas, já que 26 haviam sido relacionados para encarar o Bahia.

Confira o pronunciamento do Independiente sobre o caso

Parte da delegação foi ao hotel descansar e os outros ficaram retidos de maneira arbitrária no aeroporto. As autoridades sanitárias da Bahia nos maltrataram sem razão alguma, deixando-nos retidos no aeroporto por mais de seis horas.

Todos os que integram a viagem foram testados no sábado e foram apresentados os estudos para viajar e jogar a partida. O que aconteceu, alheio ao Independiente, gerou um atraso insustentável, alterando a rotina e o descanso da nossa equipe antes de um jogo.

Esperamos que este tipo de inconvenientes não volte a acontecer e que sirva de precedente para futuras ocasiões que envolvam tanto a nossa instituição, como quem participa de uma competição internacional.

Trending