conecte-se conosco

NáuticoPEPernambucanoSanta CruzÚltimas

Kieza marca duas vezes, Náutico vence Santa e vai à final do Pernambucano

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

O Náutico é o primeiro finalista do Campeonato Pernambucano de 2021. Em um jogo de mais disposição do que inspiração, o Timbu venceu o Santa Cruz por 2×1 na Arena de Pernambuco, neste domingo (9), com dois gols de Kieza, enquanto Paiva, contra, descontou no final do jogo válido semifinal do Estadual. O Alvirrubro não teve um grande desempenho, como o torcedor se acostumou a ver, mas foi mais eficiente e se aproveitou da transição que passa o Tricolor na temporada para ganhar e avançar à decisão do Estadual.

O adversário do Timbu sairá do confronto entre Sport e Salgueiro, na segunda-feira, às 20h, na Ilha do Retiro. O que já está definido é que o Náutico decide como mandante o Pernambucano, nos Aflitos ou na Arena, a depender das condições do gramado da casa alvirrubra. As partidas serão nos próximos dois domingos, às 16h.

Náutico vence o Santa na Arena, quebra tabu e vai à final do PE; 3ª vez em 4 anos

Timbu com a bola e em vantagem

Pela qualidade e o momento das duas equipes, já era esperado que o Náutico ficasse mais com a bola, enquanto o Santa Cruz apostasse na forte marcação para contra-atacar. Este foi o desenho de grande parte do primeiro tempo, que teve poucas chances de gols e muitas faltas.

O Timbu só conseguiu abrir o placar na base da força. Aos 18 minutos, Hereda ganhou a bola pela direita, passou pela marcação do jeito que deu e cruzou para Kieza chutar forte da entrada da pequena área para fazer 1×0. Na sequência, o Tricolor reclamou de pênalti em um lance de Camutanga em cima de Pipico. Porém, o árbitro mandou o jogo seguir.

Apesar das poucas oportunidades, o Alvirrubro ainda teve a chance de ampliar em um vacilo coral. Derley recuou a bola errada e Kieza saiu livre na cara do goleiro. O artilheiro, no entanto, chutou e Jordan fez uma grande defesa mandando para escanteio.

Kieza decide, mas com sufoco no final

O técnico Bolívar voltou para o segundo tempo com três alterações: entraram Karl, Augusto César e França para as saídas de Elicarlos, Derley e Bustamante. O objetivo era recuperar o meio-campo, ter uma transição melhor e proteger a entrada da área. Porém, não deu nem tempo de as substituições surtirem efeito. Aos sete minutos, Digão perdeu a bola, derrubou Bryan na área e o árbitro marcou pênalti. Kieza bateu bem, no canto esquerdo de Jordan e ampliou a vantagem.

Naquele momento do jogo era difícil falar que a vitória alvirrubra estava sacramentada, mas os minutos na sequência mostraram que a reação coral não viria. O Santa Cruz se entregou em campo, forçou pouco no ataque e deixou muitos espaços na defesa. Faltou competência para o Timbu vencer com um placar mais elástico.

Porém, nos minutos finais, o Tricolor tentou reagir. Aos 43, após cobrança de falta na área, Paiva marcou contra e diminuiu o placar. O Santa Cruz foi ao ataque em busca do empate e até teve boa chance com Adriano, mas não conseguiu. Faltou tempo para igualar o marcar e levar a decisão para os pênaltis.

Ouça a análise do 45 Minutos sobre Náutico 2 x 1 Santa Cruz

Ficha do jogo

Náutico 2
Alex Alves; Hereda, Wagner, Camutanga e Bryan; Djavan (Trindade), Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos (Luiz Henrique); Erick, Vinícius (Giovanny) e Kieza (Paiva). Técnico: Hélio dos Anjos.

Santa Cruz 1
Jordan; Digão, William Alves, Breno Calixto e Eduardo; Derley (Karl), Elicarlos (Augusto César) e Chiquinho; Bustamante (França), Madson (Adriano) e Pipico (Léo Gaúcho). Técnico: Bolívar.

Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Gols: Kieza (Náutico), aos 18 do 1ºT e aos 7 do 2ºT; Paiva (contra), aos 43 do 2ºT. Cartões amarelos: Rhaldney, Djavan, Alex Alves, Trindade e Erick (Náutico); Elicarlos, Breno Calixto e Digão (Santa Cruz).

Foto: Tiago Caldas/CNC

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending