conecte-se conosco

EstaduaisPIPiauienseÚltimas

Manoel faz dois, Altos vence Fluminense lá e lô e é campeão do Piauiense

Foto: Reprodução

Publicados

em

Lá e lô. Depois de vencer o jogo de ida da final por 2 a 1, o Altos foi melhor que o Fluminense-PI e, com superioridade, derrotou novamente o Tricolor, desta vez por 3 a 0, na tarde deste sábado, em Piripiri, sagrando-se como campeão do Campeonato Piauiense. Os gols do Jacaré foram marcados por Betinho, aos quatro minutos do primeiro tempo, e por Manoel, duas vezes, aos 33 e aos 35 da etapa complementar.

Como fica?

Com o tricampeonato conquistado (2017, 2018 e 2021), o Altos também se garante automaticamente na fase de grupos da Copa do Nordeste do próximo ano. O River, por ser o segundo melhor clube do estado no ranking da CBF (atrás do Altos) entra na fase pré-classificatória.

Já o Fluminense se garantiu na Copa do Brasil e na Série D de 2022, competição onde terá a companhia do 4 de Julho, 3º colocado no estadual.

Altos abre o placar logo cedo e não leva perigo

Com início de jogo avassalador, o Altos partiu para o ataque e abriu o placar logo cedo, aos quatro minutos. Em bola jogada armada pela direita com Gean e Klenisson, Betinho foi servido na grande área e teve apenas o trabalho de finalizar – também contanto com erro do goleiro Flávio Henrique – para abrir o placar na Arena Ytacoatiara, em Piripiri. A sexta vez seguida, em seis jogos, que o camisa nove balança as redes no Estadual.

O Tricolor até tentou esboçar uma reação, sobretudo nas jogadas de bola aérea – em menos de 15 minutos, quatro escanteios a favor do Vaqueiro foram batidos -, mas a defesa do Jacaré, bem postada, conseguiu afastar todas as investidas. A única grande chance criada pelo Fluminense aconteceu já nos acréscimos, com Mondragon salvando a bola em cima da linha. Lopeu ganhou dividida de Lobo, deixou o zagueiro no chão e finalizou rasteiro. A zaga do Altos tirou e, na sequência, Mondragon teve tempo de segurar.

Fluminense assusta, para em Mondragon e Altos amplia

Depois de um primeiro tempo de muita imposição, mas de poucos gols, o Fluminense, atrás do placar e buscando o empate para ainda sonhar com o título, esteve muito perto de voltar ao páreo, mas parou em grande defesa de Mondragon. Aos 27, após bola levantada na área, Eduardo recebeu sozinho, bateu forte, mas o goleiro do Altos evitou o que seria o gol de empate.

A partir daí, o cenário mudou. E o Altos, em um intervalo de dois minutos e contando com o faro do seu artilheiro Manoel, impôs uma ducha de água fria imensa ao Fluminense. Aos 33, o atacante recebeu bom passe de Juninho Arcanjo e, de cabeça, ampliou para o Jacaré. E ainda viria mais. Dois minutos depois, mais um. O gol do título. Em mais uma participação decisiva de Juninho Arcanjo, Manoel subiu de cabeça, aproveitando saída errada de Flávio Henrique, para guardar mais um. O do Altos campeão estadual.

Ficha do jogo

Altos 3

Mondragon, Gean, Lobo (Rafael), Leandro e Dos Santos; Tiaguinho, Ray (Netinho) e Manoel; Klenisson (Juninho Arcanjo), Betinho (Jardel) e Róger Gaúcho (Lucas). Técnico: Marcelo Vilar.

Fluminense-PI 0

Flávio, Emerson (Batista), Matheus, David (Zeca) e Hiago; Jomar, Geandro (Júnior Chicão) e Bismarck (Juninho); Gleissinho, Alisson (Hiago) e Eduardo. Técnico: Wallace Lemos.

Trending