conecte-se conosco

EstaduaisSESergipanoÚltimas

Sergipe perde por 1 a 0 do Lagarto, mas fatura o 36º título do Campeonato Sergipano

Foto: Sergipe/Divulgação

Publicados

em

Mesmo vencendo por 1 a 0 o Sergipe com gol já nos acréscimos marcado por Neto, quem comemorou o resultado da partida após o apito final foi o Lagarto, que ergueu a 36º taça da sua história no Estadual. O Periquito, que pouco fez no jogo de volta da decisão do Sergipano, jogou com o regulamento em seu favor, já que venceu o jogo de ida por 3 a 1 e ostentando a vantagem de perder até por um gol de diferença para faturar o título. O que se concretizou na tarde deste sábado, no Barretão.

Com o título, que amplia a hegemonia colorada no estado, o Sergipe está de volta à Copa do Nordeste, no próximo ano, e também garantido na Série D e na Copa do Brasil.

O jogo

Precisando vencer por mais de dois gols de diferença para levar o primeiro título estadual de sua história, o Lagarto foi quem se impôs sobre o Sergipe, e por muito pouco não desceu para os vestiários na vantagem. Se não fosse, claro, a maior precisão na pontaria e a boa atuação do goleiro Igor Rayan. Aos oito minutos, Rhuan cruzou na área, Lazarini tirou de cabeça, mas Márcio, no rebote, pegou de primeira. A bola passou rente à trave do Sergipe e, por um triz, não entrou. Depois do lance, o Periquito voltou a assustar, mas já no final da primeira etapa. Felipe Alves dominou de costas para o gol e soltou uma bomba para Igor voar e defender o que seria o primeiro gol do duelo.

Na volta para o segundo tempo, o Lagarto seguiu incomodando e, logo no primeiro minuto, assustou o Sergipe, que parecida acomodado com o resultado favorável por 3 a 1 construído na primeira partida da final. Mas o lance, mais uma vez, parou nas mãos de Ygor Rhayan. O ritmo da partida seguiu a tônica do Lagarto, que buscava o gol, enquanto o Alvirrubro apenas se defendia. Deu certo. Até os 45 minutos, quando Neto recebeu bom passe de Tiquinho e finalizou cruzado para deixar o Periquito à frente do jogo e seguir sonhando com o título. Dois minutos após o gol, o Lagarto ainda teve lance polêmico, com Neto caindo na área pedindo pênalti, mas o VAR mandou seguir o lance. Tarde demais.

Ficha do jogo

Lagarto 1

Fábio Henrique, Guilherme Lucena, Itallo, Weverton e Serginho; Márcio Duarte (Neto), Rhuan (Tiquinho) e Elivelton (Júnior Mandacaru); Candinho (Valdeir), Charles (Christian) e Felipe Alves. Técnico: Betinho.

Sergipe 0

Igor Rayan, Da Silva (Paulo Fernando), Lazarine, Hítalo Rogério e Júlio; Ageu, Brendon (Adisson) e Júlio Pit; Doda, Erick Bahia e Paulinho (Hiago). Técnico: Elias Borges.

Trending