conecte-se conosco

ALAlagoanoCRBCSAÚltimas

Thiago Rodrigues brilha nos pênaltis e CSA conquista Alagoano sobre o CRB

Foto: Augusto Oliveira/CSA

Publicados

em

O maio campeão de Alagoas precisará arrumar um espaço na sala de troféus para mais uma taça: a 40ª do Estadual. Com direito a sofrimento na grande decisão, o CSA conquistou o título do Campeonato Alagoano, neste sábado (22), no Rei Pelé, ao ficar no empate por 1×1 no tempo normal e vencer nos pênaltis por 4×3 com a estrela do goleiro Thiago Rodrigues brilhando ao defender duas cobranças. No jogo ida, a partida terminou empatada por 0x0.

Com a bola rolando, o Azulão foi melhor no primeiro tempo e saiu na frente com gol do artilheiro Bruno Mota. O Galo reagiu, buscou o empate com Hyuri, na etapa complementar, mas parou em Thiago Rodrigues nos pênaltis. O goleiro do CSA pegou as cobranças de Jean Patrick e Jimenez, enquanto Silvinho confirmou o título na última batida.

Na cabeça do artilheiro

Em uma decisão, qualquer detalhe faz a diferença e chances não podem ser desperdiçadas. Por isso, na etapa inicial, saiu na frente quem foi mais efetivo. A partida começou truncada, nervosa e com muitas faltas. Ainda assim, o CRB conseguiu criar a primeira grande oportunidade. Hyuri recebeu de Calyson, avançou em velocidade e chutou cruzado na trave.

Pelo lado do CSA, o grande momento foi aproveitado e na bola parada com a cabeça do goleador da competição. Aos 26 minutos, Nadson bateu escanteio, Bruno Mota se antecipou na primeira trave e desviou para o fundo das redes. Foi o nono gol do meia do Azulão, que é o artilheiro do Campeonato Alagoano. A vantagem seguiu para o time que teve mais posse de bola e buscou o ataque até o intervalo.

Empate no reinício

O técnico Roberto Fernandes conseguiu mudar a postura do CRB sem mudar as peças da equipe. Assim que a bola voltou a rolar, o Galo entrou de vez no jogo. Aos dois minutos, Guilherme Romão cruzou da esquerda e Hyuri, com categoria, cabeceou no canto do goleiro para deixar tudo igual.

Com o empate, as duas equipes ficaram mais precavidas e sem se expor tanto. O receio, claro, era para não ceder espaços ao adversário para sair de campo derrotado. As posturas, no entanto, levaram a decisão para os pênaltis.

Thiago Rodrigues brilha e Silvinho marca o do título

Nas cobranças de pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Thiago Rodrigues, que defendeu as cobranças de Jean Patrick e Jimenez. Lucão, Guilherme Romão e Diego Torres ainda marcaram para o CRB. Porém, o CSA foi quase perfeito. Matheus Felipe parou em Diogo Silva, mas Rodrigo Pimpão, Gabriel, Gabriel Tonini e Silvinho marcaram os gols da 40ª conquista do CSA com a vitória por 4×3.

Ficha do jogo

CRB 1 (3)
Diogo Silva; Reginaldo Lopes (Jimenez), Gum, Frazan e Guilherme Romão; Claudinei (Carlos Jatobá), Wesley (Jean Patrick) e Diego Torres; Luidy (Erik), Hyuri e Calyson (Lucão do Break). Técnico: Roberto Fernandes.

CSA 1 (4)
Thiago Rodrigues; Norberto, Matheus Felipe, Lucão e Vitor Costa (Silas); Geovane, Gabriel e Nadson (Gabriel Tonini); Aylon (Silvinho), Marco Túlio (Rodrigo Pimpão) e Bruno Mota (Iury). Técnico: Bruno Pivetti.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió. Gols: Bruno Mota (CSA), aos 26 do 1ºT; Hyuri (CRB), aos 2 do 2ºT. Cartões amarelos: Calyson (CRB); Nadson, Iury e Norberto (CSA).

Trending