conecte-se conosco

BABaianoEstaduaisÚltimas

Atlético Alagoinhas vira sobre o Bahia de Feira e conquista o título inédito do Baiano

Publicados

em

Tarde histórica. Mesmo tendo marcado gol contra e com jogador expulso no segundo tempo, o Atlético Alagoinhas foi valente e, de virada, bateu o Bahia de Feira por 3 a 2 na tarde deste domingo, faturando seu primeiro título na história do Campeonato Baiano. Os gols do Carcará foram marcados por Iran, Ronan e Dionísio. O Tremendão descontou com Marcone e o próprio Iran, com gol contra. Troféu de volta para o interior após 10 anos.

O jogo

Depois do empate em 2 a 2 na partida de ida, era esperado que as equipes se lançassem ao ataque em busca do primeiro gol na Arena Cajueiro. Mas quem começou muito melhor, na verdade, foi o Bahia de Feira, levando perigo logo cedo em duas oportunidades, com Thiaguinho e Bruninho. E o gol, cada vez mais perto, apareceu. Em cobrança de escanteio batida por Cazumba aos 18 minutos, Iran, do Atlético Alagoinhas, subiu mal e completou contra a própria meta.

Em desvantagem no placar, parecida que o Atlético de Alagoinhas sentiria o baque. Foi o oposto. O Carcará equilibrou as ações ofensivas e acendeu o duelo, até empatar. Em nova jogada de bola parada, desta vez por cobrança de falta, o próprio Iran se redimiu e empatou a finalíssima aos 23. E, já no final do primeiro tempo, veio a virada. Wesley desviou a bola com o braço, dentro da área, em chute de Dionísio e o árbitro, em cima do lance, marcou pênalti, convertido por Ronan.

A vantagem, no entanto, não acomodou o Atlético, que segurou o empate. Inclusive, Dionísio, após boa jogada de fora da área, bateu colocado e ficou muito perto de ampliar. Cenário favorável que parecia ter se transformado completamente aos 17 minutos, com a expulsão de Gilmar. Mas não. Aos 24, Dionísio recebeu de Vitinho e ampliou a vantagem do Atlético. Com a taça distante, o Bahia de Feira partiu para o tudo ou nada e conseguiu empatar aos 45, de cabeça, com Marcone Pelé. Era tarde.

Ficha do jogo

Bahia de Feira 2

Jean Drosny, Jarbas, Eduardo, Wesley e Alex Cazumba; Victor Salvador, Diones e Bruninho; Thiaguinho, Pedro Neto e Deon. Técnico: Oliveira Canindé.

Atlético-BA 3

Fábio Lima, Edson, Iran, Bremer e Radar (Paulinho), Gilmar, Wilian Kaefer e Dionísio; Miller, Ronan e Vitinho. Técnico: Estevam Soares.

Trending