conecte-se conosco

NáuticoPEÚltimas

Podcast 45: Hélio revela procura, mas prioriza Náutico e pede projeto

Publicados

em

O técnico Hélio dos Anjos, campeão pernambucano com o Náutico, deu uma entrevista sincera ao Podcast 45 Minutos. Em live transmitida no YouTube, o comandante alvirrubro revelou que recebeu uma proposta do futebol árabe. Porém, a prioridade dele é continuar no clube e uma conversa está agendada nesta quarta-feira (26) com a diretoria alvirrubra. O objetivo é montar um projeto para a continuidade do técnico e para o crescimento do clube.

“Trabalhei na Arábia Saudita, tenho uma história bonita lá e esse é o mês de contratações. Alguns agentes entram em contato porque lá é diferente. Eles não falam o time, mas procuram para você assinar com um empresário que lhe coloca no clube. Há dez dias, recebi também uma proposta do Iraque. Interessante, mas nem ouvi. Não mexe comigo por vários fatores e por estar no Náutico. Temos propostas. Houve consultas sobre os valores da minha rescisão, mas dou valor ao clube que estou porque me deu a oportunidade”, ressaltou o treinador.

Hélio dos Anjos destacou o foco no Náutico. Contudo, espera do clube um projeto para que ele possa dar sequência ao seu trabalho. O plano é fortalecer o Timbu para alçar voos ainda maiores nas próximas temporadas.

“Minha cabeça está aqui, estou feliz demais. Mas o Náutico tem de ter um projeto para a vida. Ari (Barros) tem conhecimento do que penso, conversei com Diógenes também. O Náutico é muito grande e tenho o meu pensamento de que as competições regionais foram feitas para ganhar. Queremos o projeto que vai ser o melhor para o clube”, explicou o técnico, que aguarda esta conversa com a diretoria.

“Eu tenho um projeto para o Náutico, mas não sei se o Náutico tem um projeto comigo. Tenho um prazer imenso em acordar e trabalhar no clube. Mas não posso me empolgar e o projeto é mais importante do que qualquer outra coisa. Iniciei a temporada, tenho contrato até dezembro e sei das pretensões do Náutico, mas não sei em relação a treinador”, completou.

Apesar desta indefinição, que pode ser resolvida na reunião com a diretoria, Hélio dos Anjos fez questão de ressaltar que este trabalho no Náutico é especial. Não apenas pelo título do Pernambucano, mas a passagem pelo clube tem sido marcante desde o início.

“É especial. Diferente de tudo que já vivi. Quando eu estava vindo para o Recife, a minha filha estava na maternidade para o nascimento do meu neto. Estava na sala de embarque e vendo o vídeo do nascimento. Então, foi uma ligação ao lado emocional. Esse envolvimento começou no dia em que fui contratado. Cheguei no clube e as pessoas o Hélio cobrador, ofensivo e até rabugento, mas temos o lado humano. O futebol vai muito além das quatro linhas e o Náutico tem um ambiente bom”, pontuou.

Confira abaixo a entrevista completa com Hélio dos Anjos:

Trending