conecte-se conosco
CRB 2x2 Remo CRB 2x2 Remo

ALCRBSérie BÚltimas

CRB pressiona e arranca empate contra o Remo na estreia da Série B

Foto: Francisco Cedrim/CRB

Publicados

em

Após um primeiro tempo ruim, onde sofreu dois gols e só assim conseguiu acordar para o jogo, o CRB conseguiu mostrar poder de reação e buscou o empate em 2 a 2 contra o Remo, no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL. Os gols do Alvirrubro foram marcados por Hyuri e Diego Torres, enquanto que Lucas Siqueira marcou duas vezes para o Leão.

VÍDEO: assista aos gols do movimentado empate do CRB com o Remo

Agora o CRB volta a campo na próxima quinta-feira (3), contra o Palmeiras, em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida será disputada também no estádio Rei Pelé.

CRB demorou a acordar

O jogo entre CRB e Remo começou bastante movimentado. Enquanto o Galo buscava se impor desde o começo, até por jogar em casa, o Leão se fechava bem para buscar espaços para contra-atacar. As escapadas pelas pontas eram a válvula de escape dos dois times e, nessas jogadas, o Remo soube aproveitar a bola aérea para criar a vantagem no placar.

Aos 10 minutos, Thiago Ennes cobrou lateral direto para a área, Renan Gorne desviou e a bola sobrou para Lucas Siqueira, próximo à pequena área, subir mais do que Claudinei e mandar para as redes. O CRB tentava reagir, mas pareceu ter sentido o gol. Com isso, o Remo aproveitou nova falha, dessa vez do goleiro Diogo Silva, para fazer seu segundo gol.

Aos 21, Marlon cobrou falta com força pelo lado direito, Diogo tentou encaixar a bola e acabou dando rebote. Lucas Siqueira apareceu livre de marcação para empurrar para o gol e fazer valer, novamente, a lei do ex do Rei Pelé. O capitão do Remo, porém, estava em posição irregular e o assistente não percebeu.

Somente com o segundo tento sofrido é que o Alvirrubro acordou. Aos 26, Hyuri recebeu lançamento de Erick, dominou no peito e bateu na saída do goleiro. A partida seguiu truncada, com o CRB tentando tomar as ações ofensivas com mais frequência, mas esbarrava na defesa bem montada do adversário.

Pressão regatiana

O CRB acordou no segundo tempo e se lançou para o ataque, pressionando mais a saída de bola do Remo e jogando de maneira mais vertical. Aos quatro minutos, Calyson recebeu em boas condições dentro da área e furou o chute. Aos cinco, o Leão respondeu com Lucas Tocantins, que recebeu pela esquerda, bateu forte e Diogo Silva fez uma bela defesa. Daí em diante, mesmo com as tentativas do Galo, que se postava mais no campo de ataque, estava difícil achar espaço na frente da área. Como o jogo ficou um pouco morno, somente a parte final reservou maiores emoções.

Aos 31 minutos, Diego Torres bateu da entrada da área, a bola desviou em Romércio e explodiu na trave esquerda de Vinícius. O grito de gol ficou entalado no argentino. Aos 34, Calyson teve um gol mal anulado, quando ele recuperou a bola após chute de Claudinei e marcou. Mas o assistente invalidou.

A pressão foi tanta, que a defesa paraense falhou no fim. Depois de cobrança de escanteio em direção à segunda trave, Diego Torres apareceu livre de marcação e testou como manda o manual. De cima para baixo, com força, tirando do goleiro. Empate na raça, aos 43 minutos, para desentalar o gol que pedia para sair.

Ficha do jogo

CRB (2)

Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Guilherme Romão; Claudinei (Marthã), Jatobá (Jean Patrick) e Diego Torres; Calyson (Dudu), Hyuri e Erick (Vitão). Técnico: Allan Aal.

Remo (2)

Vinícius; Thiago Ennes, Rafael Jansen, Suéliton (Romércio) e Marlon; Anderson Uchôa, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz; Jefferson (Rafinha), Lucas Tocantins (Erick Flores) e Renan Gorne (Edson Cariús). Técnico: Paulo Bonamigo.

Local do jogo: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL.

Árbitro: Tiago Nascimento (PE).

Assistentes: Clóvis Amaral e Bruno Chaves (ambos PE).

Gols: Hyuri, aos 26′ do 1º T, e Diego Torres, aos 43′ do 2ºT (CRB); Lucas Siqueira, aos 10′ e 21′ do 1ºT (REM)

Cartões amarelos: Guilherme Romão, Marthã e Diego Torres (CRB); Lucas Siqueira, Marlon e Jefferson (REM).

Trending