conecte-se conosco

PBSérie DÚltimas

Em nota oficial, Campinense reclama de arbitragem da estreia na Série D contra o Caucaia

Publicados

em

O Campinense estreou na Série D do Campeonato Brasileiro no último domingo com um empate por 3 a 3, fora de casa, contra o Caucaia-CE. Resultado que, no entanto, não foi bem recebido pela diretoria raposeira. Em nota oficial publicada nesta segunda-feira (7) em suas redes sociais, o clube paraibano faz uma reclamação formal contra a arbitragem da partida e afirma que o time foi prejudicado, com dois erros que julgar ser grave.

O primeiro diz respeito à expulsão do meia Felipinho, aos 29 minutos do primeiro tempo. Outra reclamação é com relação ao escanteio que originou o gol de empate do Caucaia, aos 14 minutos do segundo tempo. O Campinense reclama que antes de sair, a bola teria batido em um jogador do time cearense, o que, nesse caso, resultaria apenas em tiro de meta a favor da Raposa. “Sabemos que errar é humano, mas insistir no erro não!”, diz um trecho da nota, que será levada à CBF.

A partida foi, de fato, bastante movimentada com o Campinense abrindo o placar, já com um jogador a menos, aos 47 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, o Caucaia chegou a virar para 2 a 1, sofreu o empate e voltou a abrir vantagem, aos 28 minutos. Porém, sofreu nova igualdade, com Vitinho empatando para os paraibanos aos 45 minutos.

Pela segunda rodada da Série D, o Campinense recebe no próximo domingo o América-RN, no Amigão. Já o Caucaia, no mesmo dia, visita o Central, em Caruaru.

Confira a nota oficia do Campinense na íntegra

Nota oficial de repúdio contra a arbitragem em Caucaia-CE

O Campinense Clube por meio desta, manifesta sua profunda indignação contra os erros grosseiros cometidos pela arbitragem do jogo Caucaia-CE x Campinense, na tarde desse domingo (06), pela primeira rodada do grupo A3 do Campeonato Brasileiro Série D.

Em lance normal de disputa de bola aos 29 minutos do primeiro tempo, onde sequer houve manifestação por parte do próprio atleta do Caucaia-CE supostamente agredido, muito menos dos companheiros de equipe e nem da própria comissão técnica do clube – já que o lance ocorreu em frente ao banco de reservas do Caucaia-CE, o assistente número 1, o Sr. Anderson Moreira de Farias (CBF-CE) relatou ao árbitro central, o Sr. André Luís Skettini Policarpo Bento (CBF-MG), que o nosso atleta Felipinho “atingiu com um soco na barriga, fora de disputa de bola, seu adversário, e que o atleta atingido não precisou de atendimento médico e seguiu na partida normalmente”, o que ocasionou a aplicação do cartão vermelho direto ao nosso atleta.

E não parou por aí. Aos 14 minutos do segundo tempo, em um lance de ataque do Caucaia-CE, a bola bate por último no atleta da equipe adversária antes de sair pela linha de fundo. O curioso é que, neste caso, teria que ser marcado tiro de meta. Foi dado escanteio e, em seguida, sai o gol de empate do time cearense.

Tais erros prejudicaram diretamente o desempenho do Campinense na partida e, certamente, reduziram as chances na busca pela vitória.

Sabemos que errar é humano, mas insistir no erro não!

Por fim, o Campinense encaminhará à CBF os lances em questão, esperando que a Confederação Brasileira de Futebol tome as medidas necessárias junto à sua Comissão de Arbitragem para que falhas como essas não voltem a se repetir.

O Campinense comunica ainda que sua manifestação tem como objetivo maior alertar tais erros graves que ocasionam sérios prejuízos ao clube, à competição e ao futebol brasileiro de maneira geral.

Diretoria Executiva
Campinense Clube

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending