conecte-se conosco

ALCSASérie BÚltimas

CSA cresce no segundo tempo, mas perde para o Vila fora na Série B

Azulão segue sem vencer na Segundona, aparecendo na zona de rebaixamento

Publicados

em

O CSA segue sem vencer na Segundona. Na noite deste sábado, o Azulão perdeu por 1 a 0 para o Vila Nova, em Goiás, pela terceira rodada da Série B. O gol do confronto foi marcado por Dudu, no primeiro tempo, após um erro de Geovane na saída de bola. Na etapa complementar, o time alagoano voltou melhor e pressionou, mas não conseguiu balançar as redes.

VÍDEO: Assista ao gol da derrota do CSA para o Vila Nova, fora de casa

E agora?

Com o resultado, o CSA segue sem vencer na competição e aparece na 18ª posição, com apenas um ponto. Na sequência, o Azulão recebe o Guarani, nesta terça-feira.

O jogo

Foi um primeiro tempo, no geral, fraco e pouco movimentado. Onde o CSA levou a pior a partir do próprio erro.

Depois de um início onde conseguiu segurar o maior ímpeto dos goianos, que tentaram um ritmo forte assim que o juiz começou o jogo, o Azulão, pressionado na saída de bola, saiu jogando errando com Geovane, desarmado na frente da área por Henan, que avançou e só serviu Dudu, livre, na marca do pênalti, para abrir o placar.

Em desvantagem, o CSA tentou colocar em prática o jogo propositivo, de posse de bola, mas não funcionou. Lento e pragmático, rodou muito no meio de campo, com atuações discretas de Nadson e Geovane. Pelos lados, Silvinho e Marco Túlio também não conseguiram furar a marcação.

Assim, de volta ao time titular, Dellatorre praticamente não foi acionado. A única finalização do atacante ocorreu já fim do primeiro tempo, em giro e finalização da meia lua, mas a bola saiu fraca, no meio do gol.

Segundo tempo do CSA, mas sem gol

Para a etapa complementar, o time alagoano voltou melhor, mais incisivo com a bola, ocupando o campo de ataque, sobretudo pelo lado direito, com Norberto e Marco Túlio. E praticamente não sofreu.

Logo aos oito minutos, por exemplo, o Azulão fez algo que ainda não havia ocorrido no primeiro tempo: exigiu defesa difícil de Georgemy, em chute da entrada da área de Marco Túlio, que o goleiro espalmou para fora.

Rondando a área, inclusive, o CSA passou a conseguir infiltrar, mas pecou no último passe: geralmente um cruzamento rasteiro ou uma tabela onde o ataque sairia em boas condições, bloqueados pela defesa goiana.

Com o passar do tempo e o placar ainda 1 a 0 para o Vila Nova, o Azulão se mandou para frente e conseguiu criar a melhor chance dos jogo, aos 30. De novo pela direita, Norberto ativou Yuri entrando pela diagonal da grande área e o atacante bateu bem, forte, mas Georgemy defendeu.

No fim, o Azulão foi para cima, pressionou, posicionou o time bem adiantado, tentou cruzamentos, tabelas, até finalizou, mas não era dia. Derrota, apesar do crescimento na segunda etapa com 68% de posse e oito finalizações. E mais um jogo sem vencer ou fazer gol na Segundona.

Ficha

Vila Nova 1

Georgemy; Pedro Bambu, Renato, Walisson Maia, Formiga; Deivid (Arthur Rezende), Dudu (Éder), Renan Mota; Kelvin, Henan e Cardoso. Técnico: Wagner Lopes

CSA 0

Darley; Norberto, Matheus Felipe, Lucão, Kevyn (Vitor Costa); Geovane, Gabriel, Nadson (Aylon); Marco Túlio (Iury), Dellatorre e Silvinho. Técnico: Bruno Pivetti

Local: Aníbal Batista de Toledo, Aparecida de Goiânia
Gols: Dudu (VIL)
Cartões amarelos: Marco Túlio (CSA); Dudu e Deivid (VIL)

Trending