conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Hélio destaca amadurecimento e domínio da equipe em terceira vitória

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

O Náutico venceu a segunda partida fora de casa na Série B – a terceira seguida na Série B – ao derrotar o Guarani por 3×1, na sexta-feira (11). Resultado construído, de acordo com o técnico Hélio dos Anjos, a partir do amadurecimento da equipe na parte tática e também pelo domínio em grande parte do jogo apesar de ser visitante. 

“É um amadurecimento. A cada dia estamos mais consistentes e preparados para as adversidades. Enfrentamos um time que teve dez dias de preparação e fez cinco jogos fora de casa. Sabíamos que precisávamos fazer uma marcação alta e que deu origem ao primeiro gol. Fizemos um primeiro tempo muito bom até os 30 minutos. Caímos nos últimos 15, mas voltamos fortes e agressivos para decidir a partida”, analisou o treinador.

Segundo Hélio dos Anjos, o domínio aconteceu pela postura de marcar sob pressão. O que o Náutico tem feito dentro ou fora de casa. Assim, foi possível abrir o marcador com Vinícius e, mesmo após sofrer o empate, conseguir retomar a vantagem com Kieza e Erick. 

“Deixamos de jogar apenas nos últimos 15 minutos do primeiro tempo quando relaxamos na marcação alta e discutimos isso no vestiário. Os jogadores voltaram e fizeram bem feito o que foi combinado. Fizemos um gol, tomamos um, mas o time não caiu. Foi super agressivo, manteve a linha alta e comandamos a partida. Fizemos o 3×1 estando bem acima do adversário. Quando teve um jogador expulso, naturalmente ficou mais tranquilo. E sabemos que os reflexos de uma vitória fora de casa são importantes”, completou.

Confira outros trechos da coletiva de Hélio dos Anjos:

Djavan

– Pelas informações que temos, ele apresentou um edema muscular. Esteve fora deste jogo e não tem previsão se estará liberado para terça-feira. Mas fiquei feliz e muito satisfeito, como sempre, com a atuação de Trindade. Um jogador que cumpriu uma função importante na nossa estrutura neutralizando dois jogadores importantes no setor em que ele atuou. É um jogador que, se Djavan não tiver condições, não tenho preocupação em colocá-lo. 

Carlão

– Eu prefiro não falar. Deixo para a diretoria falar no momento certo.

Briga pelo acesso

–  Acredito que o campeonato será super equilibrado. Na 10ª rodada, pelo menos 60% das equipes estarão brigando pelo acesso. Por isso que tem de ter consistência e arrancar mesmo, buscar esses pontos para ter crédito quando todos subirem de produção. Não estou esperando facilidade. Mas estou projetando o Náutico lá na frente entre os quatro e nós temos que nos manter. Mas não é simples, principalmente com o nível desse campeonato. 

Parte física

– Nesta mesma temporada, passamos por essa situação e demos uma resposta altamente positiva. Hoje, foi um show na questão física. Foi decisiva porque no segundo tempo vencemos na parte física de uma preparação forte do nosso departamento que está capacitando o nosso grupo para aguentar a carga. Estou tranquilo com a reação da nossa equipe em jogos seguidos. Enfrentamos uma equipe que teve dez dias de preparação e o nosso desempenho foi anormal de tão positivo. Isso que dá confiança de continuar com essa pegada o campeonato todo.

Ouça a partir do minuto 15′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending