conecte-se conosco

CEFortalezaPESérie ASportÚltimas

No Castelão, Fortaleza aproveita vacilo, bate Sport e mantém 100% na Série A

Tricolor lidera a competição, já Rubro-negro segue sem vencer

Publicados

em

O Fortaleza aproveitou vacilo do Sport, que em um intervalo de cinco minutos ficou com um a menos e cometeu pênalti bizarro, e venceu por 1 a 0, na noite deste domingo, no estádio Castelão, pela terceira rodada da Série A. O gol do Tricolor foi marcado por Wellington Paulista, na etapa complementar, cobrando penalidade máxima.

Fortaleza se aproveita de erros individuais do Sport, vence a 3ª e segue líder no BR

E agora?

Com resultado, o Fortaleza segue 100% e lidera a competição, enquanto o Rubro-negro fica em 16º, com apenas um ponto. Na sequência, o Tricolor visita o Atlético-GO, enquanto o Sport recebe o Grêmio, ambos nesta quinta-feira.

O jogo

Foi um primeiro morno, onde os times tiveram as estratégias bem definidas. E, de certa forma, se estudaram, sem pressa, a fim de superar um ao outro.

Do lado mandante, o Fortaleza marcou alto, como vem sendo com Vojvoda, enquanto com a posse rodou pacientemente a bola e tentou variações para envolver o Sport.

Já o Rubro-negro, marcou a partir apenas do próprio campo, com as linhas em bloco médio, a fim de roubar a bola e sair em velocidade.

E dentro das propostas, funcionou o aspecto defensivo das equipes, sobretudo do time pernambucano, mais precavido e buscando anular o adversário. Assim, ficou um jogo muito concentrado no meio e sem grandes oportunidades, com apenas uma chegada efetiva para cada equipe.

Primeiro, o Fortaleza desarmou o Sport no meio de campo, David arrancou em velocidade pelo meio e acionou Luiz Henrique por trás da defesa, que entrou pela diagonal da grande área e bateu cruzado, mas Sander cortou o chute, aos nove minutos.

Já o Sport também chegou a partir de uma roubada no meio de campo, onde André achou ótima enfiada para Moccelin do lado esquerdo do ataque. Entrando na área, o atacante limpou a marcação e chutou no canto, mas a bola passou raspando a trave.

Fora isso, de lances efetivos, não houve praticamente mais nenhum. Sentindo a falta de Matheus Vargas, o Tricolor arriscou finalizações da entrada da área com Carlinhos e Tinga em jogadas pontuais, mas não levou perigo. Já o Rubro-negro contou com um meio pouco inspirado e Gustavo apenas discreto, sendo um time lento e pragmático na criação.

Segundo tempo

A etapa complementar voltou no mesmo panorama da primeira, com as equipes repetindo as propostas. E ficou muito concentrada no meio, sem maiores chances. Em escapada individual pela esquerda, Carlinhos até tentou forte chute cruzado, mas Mailson defendeu em dois tempos. Já o Sport até roubou uma bola com Marquinhos que originou contra-ataque, mas Gustavo tentou chute precipitado da entrada da área e a bola subiu demais, sem direção.

Mudanças

Desta forma, a fim de mudar o cenário do jogo, os dois técnicos promoveram mudanças. De uma vez, Vojvoda acionou Romarinho, Matheus Vargas e Wellington Paulista. Já Louzer, de forma intercalada, colocou, primeiro, Thiago Lopes, e depois Maidana, Patric e Maxwell.

Fortaleza fica com um a mais

Entretanto, o que mudou mesmo o panorama da partida foi a expulsão de Maxwell, após apenas sete minutos em campo. O atacante, com a bola dominada, abriu a perna para proteger a posse e acabou pisando no tornozelo de Matheus Vargar, onde o árbitro Bráulio Machado, após ser chamado para revisão no VAR, deu cartão vermelho direto, aos 28 minutos.

Desta forma, com superioridade numérica, o Tricolor do Pici empurrou o Sport para trás, rondando a área.

Pênalti bizarro e gol

Buscando espaço, o Fortaleza chegou ao gol em um pênalti bizarro cometido por Maidana. Após cruzamento na área, o zagueiro, sozinho, esticou os braços para cima e bateu na bola, sem ser pressionado ou ter outro jogador ao redor. Na cobrança, Wellington Paulista chutou bem, no canto, sem chances para Mailson, aos 35.

A partir daí, o Tricolor buscou administar o resultado, enquanto o Rubro-negro, com um a menos, não teve força para reagir. Mais uma vitória do Fortaleza, que segue 100%, enquanto o Sport continua sem vencer.

Ficha

Fortaleza 1

Felipe Alves; Tinga, Titi, Benevenuto; Pikachu, Ederson, Felipe, Luiz Henrique (Matheus Vargas), Carlinhos (Bruno Melo); David (Romarinho) e Robson (Wellington Paulista). Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Sport 0

Mailson; Hayner (Patric), Thyere (Maidana), Sabino, Sander; Marcão, Ricardinho, Gustavo (Thiago Lopes); Marquinhos (Maxwell), André e Paulinho Moccelin. Técnico: Umberto Louzer

Local: Castelão, Fortaleza
Gols: Wellington Paulista (FOR)
Cartões amarelos: Moccelin, Ricardinho, Maidana (SPO); David, Carlinhos, Titi (FOR)
Cartões vermelhos: Maxwell (SPO)

Ouça a partir do minuto 07′:

Trending