conecte-se conosco

PIÚltimas

Após denunciar abandono, meia Bruninho aciona River na Justiça e cobra R$ 150 mil

Foto: Victor Costa/River AC

Publicados

em

Após gravar um vídeo em que denuncia viver em um cenário de abandono no centro de treinamento do River, sem auxílio de qualquer profissional, falta de segurança e itens básicos para a recuperação de sua cirurgia no joelho, o meia-atacante Bruninho acionou o clube piauiense na 3ª Vara do Trabalho de Teresina cobrando o pagamento de mais de R$ 150 mil por suposto descumprimento de contrato e falta de assistência médica. A diretoria do Galo negou as acusações e informou que ainda não foi notificado pela Justiça.

Na ação, o jogador reivindica o pagamento por dano moral, salário até o fim do tratamento, FGTS, 13º salário de 2020, diferença salarial, pagamento de salário durante o período estabilidade, indenização por falta de contratação do seguro de vida e acidente, como determina a Lei Pelé, além dos honorários advocatícios. Um montante que chega a R$ 153.716,65. Ainda não foi marcada nenhuma audiência para apreciar a ação, mas os advogados do jogador pediram tutela de urgência para o caso.

No final de maio, o jogador gravou um vídeo em que denuncia falta de condições básicas no centro de treinamento do clube, onde estava alojado e deveria realizar sua recuperação. Em um trecho do vídeo, Bruninho recolhe sacolas do chão para poder fazer seu tratamento. “Tem três dias que estou nessa situação, sem ninguém aqui do clube, com a fisioterapia fechada. Preciso fazer meu tratamento e preciso fazer meu gelo para desinchar o meu joelho. Faz dois meses e meio que fiz minha cirurgia e não tem ninguém no clube. Tenho que ir atrás de sacolas para poder fazer meu gelo”, relatou o jogador.

Bruninho foi contratado pelo River no ano passado e fez 17 partidas pelo clube, com um gol marcado. Porém, quando disputava a Série D do ano passado, sofreu uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e precisou passar por cirurgia, se queixando das condições oferecidas pelo clube no período de recuperação.

Este ano, sem poder contar com o atacante, o Galo terminou na 6ª colocação do Campeonato Piauiense, com apenas um ponto acima da zona de rebaixamento. O clube não tem mais competições oficiais a disputar em 2021.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending