conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Contra Atlético-GO, Fortaleza tem retrospecto negativo, mas bons números como visitante

Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Publicados

em

Dono da melhor largada do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza tem um novo desafio marcado para esta quinta-feira, contra outro destaque dessas rodadas iniciais de Série A, o Atlético Goianiense. Com apenas dois jogos disputados, o Dragão já superou Corinthians e São Paulo e está na quarta colocação do torneio. Além da boa fase, porém, o Tricolor também precisa enfrentar o retrospecto negativo nos confrontos com o Rubro-Negro, ainda que com números melhores nos jogos fora.

Nesta largada de Brasileirão, Fortaleza e Atlético podem ser as duas maiores sensações. O confronto direto coloca muito à prova. Aos menos um dos times perderá a sequência de 100% de aproveitamento e o vencedor terá a chance de tirar pontos de um clube que provavelmente será rival direto na reta final do campeonato. No ano passado, quando estiveram juntos na elite pela primeira vez desde 1986, por exemplo, a distância entre os dois foi de apenas nove pontos.

Companheiros de divisão em oportunidades pontuais, Leão e Dragão farão o nono confronto de sua história. Nos oito anteriores, o time do Centro-Oeste venceu em cinco, com um empate e dois triunfos tricolores. Nos gols marcados, a vantagem também é do Atlético, por 11 a oito.

No Brasileirão do ano passado, os encontros terminaram em empate sem gols no Ceará e, em Goiás, já neste ano, a vitória dos mandantes aconteceu por 2 a 0, naquele que era apenas o quarto jogo de Enderson Moreira no time. Antes, na Série B de 2018, da qual o Leão levou a taça, uma vitória como visitante para cada lado.

A outra única vitória do Fortaleza sobre o Atlético foi no primeiro confronto entre as duas equipes na história, na segunda fase da Copa do Brasil de 2007, quando cada time perdeu em seus mandos por 3 a 2 e os goianos avançaram nos pênaltis.

Com isso, curiosamente, o retrospecto do Fortaleza é melhor quando o jogo acontece em Goiás. Fora de casa, foram duas vitórias e duas derrotas, em um aproveitamento de 50%, muito superior aos 8% de pontos ganhos como mandante frente ao Dragão.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending