conecte-se conosco
Vinícius, atacante do Náutico Vinícius, atacante do Náutico

NáuticoPESérie BÚltimas

Arrasador, Náutico vive melhor início de temporada em 46 anos

Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

O Náutico vive, de longe, seu melhor início de temporada em muitos anos. E isso não é mais uma opinião, mas um fato embasado nos números alvirrubros. Com 13 vitórias, três empates e apenas uma derrota nos 17 jogos já disputados na temporada, o time soma 82% dos pontos disputados, o que já representa a melhor sequência do Náutico partindo do início da temporada nos últimos 46 anos e quarta melhor da centenária história do clube.

Neste ano, o Náutico soma vitórias sobre Central, Sete de Setembro, Vera Cruz, Vitória das Tabocas, Salgueiro, Retrô, Santa Cruz (2x), CSA, Vitória, Guarani, Vila Nova e Botafogo; empates contra Afogados e Sport (2x); e uma derrota para o Sport. Um registro dessa dimensão não acontecia desde 1975, ano em que o Timbu começou o ano com 45 pontos nos 17 primeiros jogos, todos pelo Pernambucano, que acabou vencido pelo Sport.

Naquela oportunidade, o Náutico venceu Santo Amaro (2x), Central (2x), Íbis (2x), América (3x), Ferroviário (3x), Sport e Santa Cruz; e empatou com Sport e Santa Cruz (2x), saindo invicto da sequência – a primeira derrota só veio no 19º jogo. Aquela sequência representou 88% de aproveitamento.

Boas campanhas também tinham iniciado as temporadas de 1964 e 1966, segunda e quarta campanha do hexacampeonato. Naqueles anos, as sequências começaram junto ao Pernambucano e se estenderam às partidas iniciais do Brasileiro. Com 46 pontos, o time de 1966 venceu Íbis (2x), Santo Amaro (2x), Santa Cruz (3x), Central (2x), Ferroviário (3x), Sport, América e Vitória, além de um empate com o América e uma derrota para o Sport.

O time de 1964, por sua vez, tem a melhor campanha da história alvirrubra nas primeiras 17 partidas do ano. Com 47 pontos entre 51 disputados, o Timbu somou 92% de aproveitamento após vencer Centro Limoeirense (2x), Íbis (2x), Ferroviário (2x), Sport (2x), Santa Cruz (2x), Central (2x), América, Paysandu (2x), além de empatar contra Central e América. A primeira vitória daquela temporada veio apenas na 21ª partida, frente ao Ceará.

Nessas duas temporadas, a pontuação do futebol funcionava em um esquema diferente, com dois pontos por vitória, mas, para fins de comparação, a contagem utilizada para todos os cálculos deste levantamento foram feitos dentro do atual esquema de três pontos por vitória e um ponto por empate.

Nesse esquema, outra campanha também supera a atual, em 1958, último ano antes do primeiro campeonato nacional. Neste cenário, a contagem também passa a contar jogos amistosos. Naquele ano, os 86% de aproveitamento vieram após vitórias sobre Auto Esporte (2x), Estudantes-REC (2x), Asas (2x), Ferroviário (2x), Campinense, Santa Cruz (2x), Íbis (2x) e América (2x), além de dois empates com o Sport. Coincidentemente, se desconsiderarmos amistosos, a contagem é igual, com uma vitória sobre o Asas no lugar do Campinense.

MELHORES SEQUÊNCIAS DO NÁUTICO APÓS 17 JOGOS DO INÍCIO DA TEMPORADA

2021 – 42 pontos (82%) [PE e Série B]
1975 – 45 pontos (88%) [PE]
1967 – 41 pontos (80%) [PE e Brasileiro]
1966 – 46 pontos (90%) [PE e Brasileiro]
1964 – 47 pontos (92%) [PE e Brasileiro]
1963 – 41 pontos (80%) [PE]
1961 – 40 pontos (78%) [PE]
1959 – 40 pontos (78%) [PE]

PRÉ-1959*

1958 – 44 pontos (86%) [PE e Amistosos]
1952 – 40 pontos (78%) [Municipal do Recife, Amistoso e PE]
1950 – 40 pontos (78%) [Amistosos e PE]
1944 – 41 pontos (80%) [PE e Amistosos]
1933 – 41 pontos (80%) [PE e Amistosos]

*Antes de 1959, sem um torneio nacional, a contagem envolve também amistosos, contando-se os 17 primeiros jogos após o Torneio Início de Pernambuco ou a partir do primeiro do Campeonato Pernambucano

Temporadas sem 17 jogos disputados: 1909-1920, 1922, 1924-26, 1928-36, 1940-41, 1943, 1946 e 1949

Trending