conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Líder em scouts de ataque e defesa no Fortaleza, Éderson credita evolução a Vojvoda

Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Publicados

em

Um dos rostos da grande fase que vive o Fortaleza neste início de Campeonato Brasileiro é o volante Éderson, peça fundamental na segurança defensiva e na construção ofensiva do time de Juan Pablo Vojvoda. Líder do time em finalizações e do campeonato em interceptações, o jogador vem vivendo uma grande fase com a camisa do Leão, algo que ele creditou ao trabalho do treinador argentino.

Na visão de Éderson, o trabalho de Vojvoda vem dando liberdade e confiança para os jogadores do Fortaleza, além de um crescimento técnico e estratégico para os atletas e o time, que vêm evoluindo em geral. Com isso, ele disse acreditar que vive o melhor momento de sua carreira até agora.

“Eu acho que sim (vivo meu melhor momento), não só tecnicamente, mas fisicamente, mentalmente. Estou vivendo um outro momento e, com certeza, o Vojvoda me ajudou muito em pouco tempo. Ele é um cara que me dá muita liberdade e confiança, e um jogador com liberdade e confiança para poder fazer o que sabe, os resultados são mais positivos”, afirmou o volante, que também falou sobre a importância do técnico para o grupo.

“É um cara muito inteligente, que mantém a gente sempre com o pé no chão e dá essa confiança. Ele é bastante estrategista e sabe levar o grupo bem, vem ajudando a todos, não só a mim. Se você pegar a evolução de cada jogador desde a chegada dele, vai ser nítido. Ele é um cara que vem ajudando muito e, com certeza, vai ter mais resultados positivos”.

Hoje, com 13 finalizações, Éderson é o jogador que mais chuta a gol no Fortaleza, com cinco a mais que Matheus Vargas e Róbson Fernandes. Nas interceptações, ninguém acerta mais que ele no Brasileirão. Já foram 12, três a mais que Gabriel, do Corinthians. Com 10 desarmes, ele é o segundo melhor nesse fundamento no Fortaleza, atrás, apenas de Felipe, com 11.

Na visão dele, essa boa participação tanto ofensiva, quanto defensiva, faz parte da liberdade implantada pelo estilo de jogo do treinador. “O Vojvoda me dá liberdade para fazer as ações dentro de campo que eu acho melhores para a equipe. Claro que ele me passa o que ele quer, mas sempre me deixando à vontade dentro de campo”, afirmou, antes de continuar.

“No momento que eu tenho que defender, eu vou defender 100% e acho que por isso venho tendo esses bons resultados defensivamente. E, no momento de atacar, também ataco 100%. Tenho essa facilidade, então eu chego no ataque e ajudo a equipe defensivamente. Acho que é a minha função, dar o equilíbrio para a defesa, mas quando eu puder ajudar ofensivamente, acho que eu tenho essa liberdade. Por isso que eu estou com esses resultados positivos”.

Trending