conecte-se conosco
Renato Cajá, meia do CSA Renato Cajá, meia do CSA

ALCSASérie BÚltimas

Renato Cajá se põe à disposição para jogar e fala sobre fase do CSA

Foto: Augusto Oliveira/CSA

Publicados

em

Recém-chegado ao CSA, o meia Renato Cajá, de 36 anos, já está regularizado e pode fazer sua estreia diante do Cruzeiro neste domingo (27), às 20h30, no estádio Rei Pelé. Ele vem trabalhando a parte física, já que passou 30 dias sem jogar, e se coloca à disposição do técnico Bruno Pivetti para entrar em campo. Mesmo sem estar 100% fisicamente, o veterano quer ajudar o Azulão e vê a possibilidade de atuar como um fator para melhorar sua condição.

“A parte física com certeza precisa estar cada dia aprimorando. Eu fiquei 30 dias sem jogar e já tô há uns quatro, cinco dias aqui em Maceió fazendo esse treinamento com o grupo e separado, mas acho que jogo a jogo eu possa estar acrescentando mais, estar crescendo mais fisicamente, para que eu possa fazer jogos em sequência. Aí, eu posso estar jogando os 90 minutos e estar ajudando a equipe”, disse Cajá.

A situação do CSA é bastante incômoda nesta Série B. O time voltou à zona de rebaixamento e ocupa a 18ª colocação, com cinco pontos em cinco partidas disputadas. Venceu seu primeiro jogo na última rodada, diante do Londrina, e tenta deixar a zona de degola para seguir seu objetivo, de brigar na parte de cima da tabela. Porém, um passo de cada vez. Assim, Renato Cajá avalia que é preciso o elenco se blindar para contornar o momento de adversidade para o CSA se recuperar.

“Eu já vivi momentos piores do que a gente vive, o que já passou, né? É algo que sempre acontece, mas aqui foi bem explícito. Às vezes acontece, mas fica um pouco mais abafado em alguns clubes, mas o importante é que tudo já passou e a gente precisa pensar agora nesse jogo contra o Cruzeiro e buscar esse crescimento na tabela, né? A gente sabe que sempre acontecem situações políticas, mas o grupo tem que estar sempre blindado. Sabemos disso, tem no grupo jogadores experientes aqui e a gente vai se blindar para que possa estar dentro de campo o mais focado possível”, concluiu o meio-campista do CSA. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending