conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Em jogo de dois pênaltis perdidos, Grêmio e Fortaleza empatam sem gols

Bruno Oliveira/FEC

Publicados

em

Pênaltis. Esses foram os protagonistas do jogo entre Grêmio e Fortaleza, em Porto Alegre. Em um empate sem gols, Gabriel Chapecó e Felipe Alves conseguiram evitar gols de Yago Pikachu e Diego Souza na marca da cal. No lance do primeiro, inclusive, Kannemann foi expulso, deixando o Leão com um a mais na maior parte do segundo tempo.

Com propostas diferentes, o Grêmio teve mais posse de bola, mas o Fortaleza, investindo na velocidade, conseguiu finalizar mais e teve mais chances de perigo real ao longo da partida. As chances perdidas para o Fortaleza foram além do pênalti e do rebote batido para fora, com Robson e Yago Pikachu desperdiçando chances na etapa final.

Como fica?

Com o empate, o Fortaleza, cai para a quarta colocação, com aos 12 pontos, dois atrás do líder, Red Bull Bragantino. O Grêmio segue na lanterna, com dois pontos, a dois do primeiro fora da zona, o Cuiabá. Agora, os dois times têm compromissos em seus estados. Mandante, o Fortaleza recebe a Chapecoense às 16h desta quarta-feira. Pouco depois, às 21h30, o Grêmio visita o Juventude no Alfredo Jaconi.

Jogo aberto

O primeiro tempo mostrou um jogo aberto, com dois times dispostos a buscar o gol. O Grêmio tinha o domínio da posse de bola e fazia a sua construção em frente à defesa dos visitantes. Para o Fortaleza, por sua vez, os contra-ataques e a marcação alta eram as chaves ofensivas que os transformavam no time que finalizava mais e melhor.

Com momentos alternados de domínio para cada time, o Fortaleza conseguia ser mais intenso quando chegava ao ataque e também criou mais boas oportunidades na primeira etapa. A melhor chance, porém, foi gremista, já aos 43 minutos, quando Ferreira concluiu um cruzamento de Rafinha para a trave de Felipe Alves. 

Vantagem numérica

Foram apenas cinco minutos antes do Fortaleza desperdiçar uma oportunidade incrível de abrir o placar. Após Chapecó errar na hora de afastar a bola, Robson ficou livre, de frente ao gol, mas perdeu o tempo do chute e foi travado por Rafinha. Fora isso, entretanto, o segundo tempo era gremista. Era.

Aos 13, na segunda subida leonina na etapa, Robson invadiu a área e foi derrubado por Kannemann. Pênalti e cartão vermelho para o argentino. Na cobrança, nova oportunidade perdida. Yago Pikachu bateu no canto para defesa de Chapecó. No rebote, chute para fora. Pikachu ainda voltaria a perder uma boa oportunidade nos minutos finais, dentro da pequena área, mas, antes disso, o Grêmio teria a sua.

Com um a mais, o Fortaleza se reencontrou e passou a dominar as jogadas ofensivas, mas, na primeira subida gremista, Osvaldo, que tinha acabado de entrar, acertou com a mão na bola. Pênalti para o Grêmio. Na cobrança de Diego Souza, foi a vez de Felipe Alves brilhar e evitar o gol. Daí, o Grêmio seguiu mais ativo na pressão ofensiva, mas nada que conseguisse tirar o zero do placar.

Ficha do jogo

Grêmio 0
Gabriel Chapecó; Rafinha, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Lucas Silva), Matheus Henrique (Paulo Miranda) e Victor Bobsin; Douglas Costa (Léo Pereira), Ferreira e Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Tiago Nunes.

Fortaleza 0
Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Éderson, Ronald (Felipe), Romarinho (Osvaldo) e Lucas Crispim; Robson Fernandes (Igor Torres) e David. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local do jogo: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Cartões amarelos: Douglas Costa (GRÊ), Éderson, Ronald, Osvaldo, Titi (FOR)
Expulsões: Walter Kannemann (GRÊ)

Ouça a partir do minuto 16′:

Trending