conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Acerto, primeira impressão e ambições no ano: a apresentação de Ligger no Bahia

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Publicados

em

O zagueiro Ligger foi apresentado oficialmente como jogador do Bahia na tarde desta terça-feira, na sala de imprensa do CT Evaristo de Macedo. Nas suas primeiras palavras, agradeceu ao Esquadrão pela oportunidade inédita de jogar profissionalmente pelo futebol do estado e se mostrou ambicioso quanto à sequência do ano na Série A: ‘vamos nos firmar e brigar ainda mais na parte de cima da tabela’. Veja a coletiva, na íntegra, abaixo.

Expectativa no Bahia

“Gostaria de agradecer ao Esporte Clube Bahia pela oportunidade, o Bahia vive um bom momento de começo de Brasileiro, e é muito importante ter essa sequência. Venho com esse intuito, de ajudar o Bahia para que a gente possa se firmar e brigar ainda mais na parte de cima da tabela.

Equilíbrio defensivo do time

“Eu acho importante, independentemente de ser na parte defensiva, o time num todo ter esse equilíbrio. Os meus companheiros vêm fazendo um grande começo de competição, espero poder continuar firmando esse bom momento da parte defensiva e que a gente possa ter equilíbrio no todo”.

Disputa pela posição

“São grandes jogadores (Juninho e Conti), assim como tem o Luís e tem o Gustavo, chego para poder somar. Não digo que vim para poder tirar espaço de ninguém, mas sim para contribuir com meu trabalho junto com outros defensores, acho isso importante essa união dentro do grupo, dentro do ambiente de trabalho. Chego para agregar.

Qual a sensação/motivação de jogar no Bahia

“A responsabilidade é muito grande. Eu escolhi estar no Bahia, quando apareceu a oportunidade, fiquei feliz, por ser conterrâneo do estado, moro aqui no interior da Bahia, acho que 95% da minha família, e todos estão felizes pela minha chegada no Bahia. Espero poder contribuir ao máximo a tanto carinho que venho recebendo nas redes sociais, tanto em casa, para que eu possa continuar a buscar grandes resultados na temporada”.

Condição física

“Venho de uma última temporada muito positiva, onde eu pude atuar bastante, tive uma regularidade muito boa. Esse ano, pela mudança da forma que a equipe (Bragantino) busca jogar, acabei perdendo um pouco de espaço, atuei pouco, mas continuo treinando forte, continuei firme, me sinto bem, caso o professor precise, não posso dizer em relação a ritmo de jogo, mas em termos físicos, eu posso estar sim à disposição do professor, se ele precisar de mim”.

Primeira impressão do CT

“Fiquei impressionado. Eu só conhecia o Fazendão quando vinha treinar aqui com outras equipes, quando cheguei, me apresentaram toda estrutura e o Bahia não deixa a desejar em relação a nenhum dos grandes clubes do futebol brasileiro”.

Trending