conecte-se conosco

ConfiançaSESérie BÚltimas

Vendo erro de árbitro na derrota do Confiança, Rodrigo Santana endossa coro por VAR na Série B

Lucas Almeida/ADC

Publicados

em

Contra o Coritiba, o Confiança experimentou uma derrota em casa pela primeira vez nesta Série B. Para o treinador Rodrigo Santana, porém, a partida foi, mais uma vez, marcada por um erro de arbitragem que cerceou as chances de vitória do Dragão: uma falta não marcada no solitário gol paranaense no jogo. Com isso, o treinador dos proletários endossou o coro que pede a implantação da tecnologia da arbitragem de vídeo na Segunda Divisão.

“Um primeiro tempo muito equilibrado. Tomamos um gol ali que, na verdade, foi falta. Mais uma vez, a arbitragem foi infeliz no lance e, mais uma vez, o Confiança é prejudicado. Se tivesse o VAR na Série B, com certeza, o gol não valeria”, afirmou o treinador.

Em contraposição à crítica, a comentarista do canal SporTV, Janette Arcanjo, afirmou durante a transmissão do jogo que não houve falta de Waguininho sobre João Paulo no lance do gol, o que caracterizaria um gol legal.

Para Rodrigo, porém, essa não é a primeira vez que o Confiança sai de campo prejudicado por decisões da arbitragem. “Tomamos um gol faltoso. Não sei, se fosse ao contrário, se a arbitragem daria a falta, mas a gente sabe que é sempre muito difícil. A gente vem sendo prejudicado em vários jogos. No último jogo, lá em Ponta Grossa (contra o Operário Ferroviário), a gente teve essa dificuldade, com duas penalidades que tiveram a nosso favor, que a própria televisão afirmou que foi, o próprio jogador. Eu acredito também que, no jogo do Goiás, anularam um gol nosso e a gente está sendo penalizado por isso”.

O jogo

Na visão do treinador, o Confiança segue apresentando problema na conclusão das jogadas de gol, algo que impediu que o time pudesse buscar o empate frente ao Coxa. “Eu vejo que foi muito equilibrado o primeiro tempo, muito disputado, truncado, faltoso. A equipe deles é muito forte também. E tivemos a chance, no final do primeiro tempo, de empatar o jogo, em um lance bastante claro, mas, que, infelizmente, a gente não concluiu em gol”.

Sobre a segundo etapa, Rodrigo pontuou os erros de passe como cruciais. “Voltamos, corrigimos, tivemos uma chance claríssima do empate, infelizmente não conseguimos concluiu em gol, continuamos errando passes. A gente vê que nesse tipo de jogo, maior, falta um pouquinho de ter mais a bola, caprichar mais no passe”.

Mesmo após a expulsão do volante Serginho, o treinador aprovou o futebol do Confiança, lamentando a derrota. “Isso dificulta bastante, mas, ao mesmo tempo, a gente teve coragem de terminar o jogo sem volantes, com apenas um zagueiro. Tentamos buscar o nosso empate. Criamos mais chances, inclusiva, quanto tínhamos apenas nove jogadores (de linha) do que quando estava com 10. Mas, infelizmente, a gente não conseguiu o empate”.

Ouça a partir do minuto 74′:

Continue lendo
1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending