conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Gilberto se torna maior artilheiro do Nordeste nos pontos corridos

Rafael Machaddo/EC Bahia

Publicados

em

Contra a Chapecoense, Gilberto precisou de apenas três minutos em campo para abrir o placar e, mais que isso, alcançar 38 gols com a camisa tricolor na Série A, o que o faz empatar com Diego Souza como maior artilheiro de um único clube do Nordeste desde a instauração do modelo de pontos corridos no Campeonato Brasileiro, em 2003.

Agora, com a nova marca alcançada, o centroavante do Bahia está a apenas dois gols de se tornar o maior artilheiro de um clube da região em todos os 50 anos de história do Brasileirão, marca atualmente ocupada por Ramón, que, entre 1971 e 1975, somou 39 gols pelo Santa Cruz no campeonato nacional. Os números históricos. Os números de Gilberto poderiam ser ainda maiores se contássemos, também, os sete gols que ele marcou pelo Sport no torneio.

Os bons números reforçam a idolatria do centroavante dentro do Bahia. Hoje, ele já é o maior artilheiro do Bahia na história do Brasileirão, o terceiro maior artilheiro da história da Copa do Nordeste, o maior artilheiro do Esquadrão em clássicos nordestinos neste século, e o artilheiro da atual edição do Brasileiro, além de ser o 18ª maior artilheiro da história do Bahia (em lista recentemente revisada), o 13º jogador com mais partidas pelo clube neste século e estar no top-50 dos maiores garçons da história tricolor.

Chapecoense 0 x 2 Bahia

A importância do centroavante também foi comentada por Dado Cavalcanti após o triunfo sobre a Chapecoense. O descrevendo como um dos melhores atacantes do Brasil, Dado reafirmou esperar contar com o atleta que participou dos dois gols do jogo, pelo menos, até o fim do ano.

“Gilberto já há muito tempo, vem mostrando seu potencial para o Brasil inteiro. Eu não tenho dúvida que é um dos melhores atacantes do Brasil. Hoje é o artilheiro do campeonato. E o Giba tem contrato conosco até o fim do ano. Pelo nível de jogo que vez fazendo, quantidade de gols, a gente sabe que ele desperta o olhar de outras equipes”.

Com isso, Dado ainda revelou que o clube fez questão de garantir que o atacante chegasse logo aos sete gols, para que ele não pudesse despertar o interesse de nenhum rival da Série A. “Para o Brasil, ele não sai mais, já fez sete jogos. A gente até acelerou um pouquinho para que ele fizesse os sete jogos, para a gente não ter concorrência nacional”.

Com isso, o técnico ainda comentou sobre a possibilidade de uma proposta de venda para Gilberto. “Mas o Gilberto só vai sair se for vendido. Obviamente, essa condição de negociação envolve necessidade do clube. Não podemos esquecer. Temos dificuldade no processo. É preciso deixar claro que o clube teve que diminuir seu orçamento e, consequentemente, os investimentos na equipe. Caso apareça alguma proposta, que seja boa para o clube, infelizmente ele vai sair. Espero que, caso não aconteça, ele permaneça conosco pelo menos até o fim do ano”.

Trending