conecte-se conosco
Santa Cruz x Altos Santa Cruz x Altos

PEPISanta CruzSérie CÚltimas

Altos dá trabalho a Jordan, vence Santa nos acréscimos e vai ao G4 da Série C

Foto: Luís Júnior/AA Altos

Publicados

em

O Altos martelou, martelou, até conseguir. Apesar de Jordan. O goleiro do Santa Cruz foi o nome do time no jogo, que mais uma vez demonstrou ineficiência ofensiva, salvando os pernambucanos em pelo menos quatro oportunidades. Mas, nos acréscimos, o arqueiro não impediu o que vinha se desenhando no duelo: a derrota coral. Mais uma na Série C. Aos 52 minutos, Róger Gaúcho enfiou boa bola para Lucas Campos dar um toque por cima do goleiro tricolor e decretar o triunfo piauiense no Albertão.

Com o resultado, o Altos sobe da sétima para a terceira colocação no grupo A da Série C. O oposto do Santa Cruz, que vive uma crise sem fim no Brasileiro, ainda sem vencer e amargando a lanterna da chave, com apenas três pontos somados e a cinco de sair do Z2. Na próxima rodada, o Santa Cruz volta a campo no domingo, contra o Tombense, no Arruda, enquanto o Altos visita o Paysandu, na Curuzu, no sábado.

Altos controla o primeiro tempo, cria mais, mas esbarra em Jordan

Um primeiro tempo em que o Altos foi dominante nas construções ofensivas, oferecendo muito mais perigo ao gol do Santa Cruz do que o contrário. Mas, o protagonista dos primeiros 45 minutos não foi um jogador de linha. Foi Jordan, goleiro coral – nada muito diferente, inclusive, da tônica da temporada.

O arqueiro fez duas boas defesas, uma delas um milagre, para salvar o time pernambucano. Na primeira, aos 6, em jogada de bola parada, Manoel desviou de cabeça e a bola sobrou para Mimica, no rebote, encher o pé e Jordan defender. Depois, aos 26, Manoel venceu dois marcadores, cruzou para Betinho, que cabeceou à queima roupa do goleiro do Santa Cruz, que voou para mandar a bola para escanteio.

O Tricolor, por sua vez, apostava quase que incessantemente em partidas em velocidade no contra-ataque, sobretudo pela esquerda, mas pecou muito na tomada de decisão, e teve em Levi sua atuação mais apagada, errando tudo que tentou. A única chance de maior perigo do Santa Cruz aconteceu nos acréscimos, com Lucas Batatinha pegando bola desviada pela zaga do Altos na entrada da área e finalizando, mas a defesa do Jacaré tirou.

O time somou apenas 3 pontos em 21 disputados. O vexame tricolor, até aqui, é colossal. E o risco do pior aumenta a cada dia…

Santa Cruz chega, mas não faz. Jordan cresce, defesa do Altos tira gol em cima da linha, mas vence no fim

Na volta para a etapa complementar, o técnico do Santa Cruz, Roberto Fernandes acionou Rondinelly na vaga de Augusto César, justamente para tentar dar maios dinâmica à transição do meio para o ataque. Mas isso pouco surtiu efeito, porque o Altos é quem esteve, novamente, mais próximo de abrir o placar. Logo aos 5, Manoel viu um clarão na defesa tricolor e arriscou de fora da área. A bola bateu no travessão, mas ainda contou com participação de Jordan para salvar.

Minutos depois, o Santa Cruz deu a resposta. Weriton recuperou a bola no meio de campo, avançou e finalizou forte, levando perigo ao gol de Fábio. Neste recorte, o time pernambucano se lançou mais ao ataque, e chegando com Lucas Batatinha em cabeceio, e Weriton, que balançou as redes, mas estava impedido. A partir daí, o Altos voltou novamente ao jogo, criando oportunidades claras de gol.

E parando em Jordan. Aos 28, Manoel arriscou de fora da área e o goleiro coral salvou. Depois, aos 47, Roger Gaúcho aproveitou cruzamento, se jogou na bola frente a frente com o arqueiro, mas ele viria novamente a defender. Mas não no último lance. Já nos acréscimos, depois de Pipico cabecear e a zaga do Altos tirar em cima da linha, Lucas Campos não perdoou. O jogador recebeu bela bola enfiada de Róger Gaúcho, e deu um toque por cima de Jordan para decretar o triunfo do Jacaré.

Ficha do jogo

Altos 1

Fábio; Gean, Mimica (Wesley), Lucas Souza, Tiaguinho; Ray, Netinho, Juninho Arcanjo; Klenisson (Lucas Campos), Manoel (Glaucio) e Betinho. Técnico: Marcelo Vilar.

Santa Cruz 0

Jordan, Weriton, Victor Oliveira, Rafael Castro e Leonan; Maycon Lucas, Vitinho e Augusto César (Rondinelly); Levi Quiñonez), Lucas Batatinha (Léo Gaúcho) e Lucas Rodrigues (Pipico). Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Albertão
Árbitro: Eduardo Thomaz de Aquino (GO)
Assistentes: Márcio Soares Maciel (GO) e Adriano Eterno de Jesus (GO)
Gols: Lucas Campos, do Altos, aos 52′ do 2T
Cartões amarelos: Vitinho (S), Tiaguinho (A), Ray (A), Arcanjo (A), Klenisson (A), Wesley (A), Maycon Lucas (S), Lucas Campos (A),

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending