conecte-se conosco
Guto Ferreira_Ceará_Coletiva Guto Ferreira_Ceará_Coletiva

CECearáSérie AÚltimas

Guto lamenta erro do Ceará no último minuto em empate: ‘Deixamos escapar’

Foto: Reprodução/TV Vozão

Publicados

em

Deixou escapar. Foi com esse sentimento que o técnico Guto Ferreira analisou o empate do Ceará com o Cuiabá, que marcou seu gol no último lance da partida, após erro de Vina no meio de campo. O técnico do Vozão destacou que o time construiu a vitória, mas faltou ter mais posse de bola para administrar o triunfo. Na partida, o Vozão saiu atrás do placar, mas buscou o empate com Rick e Jael, e ainda se viu em superioridade numérica após expulsão de Pepê.

A análise do jogo

Nós fizemos um bom primeiro tempo, a gente estava melhor no 11 contra 11. Nós tomamos um gol de bola parada. Nós criamos chances muito boas, acabamos não fazendo o gol. No segundo tempo nós fizemos uma mudança tática, trouxemos o Lima para jogar de meia por dentro junto com Vina, abrimos os dois extremos e aí com Jael no pivô construímos a virada. Tivemos um início de segundo tempo de forma muito boa, inclusive com a nossa zaga marcando altíssimo, na intermediária do ataque devido à superioridade numérica. A partir da hora que nós fizemos o segundo, houve mudanças no time do Cuiabá e essas mudanças trouxeram um gás maior, dois jogadores pelo menos de velocidade, com força, e eles não tendo mais nada a perder, se atiraram. E aí vem o detalhe que começaram a marcar forte lá na frente, e nós precisamos ter um pouco mais de posse, fizemos a circulação da bola, mantivemos o resultado, sem deixar de buscar o ataque, tanto é que tivemos oportunidade de matar o jogo e não matamos. E aí fomos penalizados em um lance de final de jogo, peço desculpas aí, mas infelizmente aconteceu”.

Qual o pecado maior?

“Ter errado a bola final, ter errado o lance que originou o gol. Infelizmente, são coisas que infelizmente no jogo acontecem”.

O gol foi uma fatalidade?

“Sempre que você leva gols, existem erros, e são erros que nós temos que corrigir sim, pode ter certeza. A gente não sai feliz com esse 2 a 2 aqui, nós estamos levando um ponto, mas a gente queria a vitória, nós construímos a vitória e infelizmente escapou”.

Semana de trabalho

Depois de mais de quatro meses, nós teremos uma semana para recuperar os jogadores. Nós já estamos estudando para ter uma carga de trabalho condizente, que é uma semana especial, e vamos traabalar dentro do possível, aprimorando uma manutenççao maior da estrutura de jogo, independente do que aconteça;

Ouça a partir do minuto 64′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending