conecte-se conosco
Vojvoda, do Fortaleza, e Crespo, do São Paulo, se reencontram Vojvoda, do Fortaleza, e Crespo, do São Paulo, se reencontram

CEFortalezaSérie AÚltimas

São Paulo x Fortaleza marca reencontro de Vojvoda e Crespo após dois anos e meio

Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC e Erico Leonan/São Paulo FC

Publicados

em

Argentinos, com características diferentes dentro de campo, mas possuindo uma carreira ainda recente no comando técnico de clubes. Esses são Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza, e Hernán Crespo, do São Paulo. Treinadores que irão se enfrentar neste sábado (17), às 17h, no Morumbi. E este confronto irá acontecer apenas pela segunda vez. A primeira aconteceu há dois anos e meio, pelo Campeonato Argentino, e o treinador do Fortaleza se saiu melhor.

Em 1 de fevereiro de 2019, Talleres e Banfield se enfrentaram pelo Campeonato Argentino de 2018/2019, pela 17ª rodada. Pelo time albiazul, dono da casa, estava Vojvoda. Do outro lado, pelo ‘El Taladro’ (a Broca), estava Crespo. Vitória por 3 a 1 do Talleres, que terminou o nacional na 12ª posição, enquanto o Banfield finalizou na 16ª. Detalhe para as estatísticas do jogo em que o time comandado por Vojvoda marcou dois gols em oito minutos e deixou a posse de bola com o time de Crespo, que pressionou muito, mas só diminuiu o placar na reta do final do segundo tempo. Porém, com espaço cedido, tomou o terceiro e teve o resultado consolidado para o Talleres.

No confronto deste sábado, o Fortaleza vem em melhor momento no Campeonato Brasileiro em relação ao São Paulo. O Leão do Pici ocupa a quarta colocação, com 21 pontos, enquanto o Tricolor Paulista a 14ª, com 11. Ambos esperam um jogo complicado, mas além do bom desempenho dos cearenses até o momento, um fator pode possibilitar um bom resultado: o São Paulo deve poupar atletas por causa das oitavas de final da Libertadores. Ou seja, parte do time deve ser alternativa. Com jogadores que podem não ter o mesmo ritmo de jogo, e também sem peças importantes.

Sem os titulares Miranda, Luciano, Éder e Rigoni, lesionados, e o craque Daniel Alves servindo à Seleção Brasileira Olímpica, que disputará os Jogos de Tóquio, Crespo precisará quebrar um pouco a cabeça para montar o time paulista. Por outro lado, Vojvoda perdeu menos jogadores. Terá três desfalques no Fortaleza para o duelo, sendo que um deles faz parte dos pilares do time. O goleiro Felipe Alves, com problema na coxa. O reencontro entre os dois treinadores promete um bom jogo, da escola de técnicos argentinos, mas que apresentam visões diferentes no comando de suas respectivas equipes.

Antes de serem treinadores, Vojvoda e Crespo também foram jogadores de futebol. Porém, com carreiras bem distintas. O técnico do Fortaleza teve uma carreira mais modesta. Foi zagueiro e atuou entre 1995 e 2013, sendo cria da base do Newell’s Old Boys e passando por clubes mais modestos na Argentina e na Espanha. Enquanto que o comandante do São Paulo foi uma das estrelas do futebol mundial na sua época. Atleta entre 1993 e 2012, Crespo surgiu no River Plate e defendeu grandes times como a Inter de Milão, Chelsea, Lazio e Parma, onde foi ídolo e fez parte de uma geração muito vencedora da equipe italiana.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending