conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Com susto à beira do campo, Fortaleza vence São Paulo por 1 a 0 no Morumbi

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Publicados

em

Em um jogo marcado por um grande momento de tensão, o Fortaleza conseguiu vencer o São Paulo no Morumbi pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro. Em campo, a vitória por 1 a 0 veio em gol de Robson, no meio do segundo tempo. Poucos minutos depois, porém, o jogo foi paralisado para atendimento ao massagista Marcelinho Silva, do São Paulo, que teve um mal súbito à beira do gramado, mas foi atendido e encaminhado ao hospital oito minutos após o susto.

O jogo começou com um domínio paulistano, mas, com o passar do tempo, o Fortaleza conseguiu encontrar seu jogo e crescer na partida até se tornar definitivamente melhor em campo e conseguir selar mais um triunfo neste Brasileirão.

Como fica?

Com a vitória, o Fortaleza assume a vice-liderança do campeonato, mas com um jogo a mais que a maioria das equipes. Para o São Paulo, a derrota significa permanência na 14ª posição, com risco de cair na tabela.

Agora, o Tricolor do Pici tem uma semana livre e só volta a campo às 16h do próximo domingo, recebendo o Red Bull Bragantino. Para os paulistas, o próximo jogo é às 21h30 da quarta, contra o Racing Club, na Argentina, pela Copa Libertadores.

São Paulo começa melhor

O São Paulo começou o jogo com um futebol mais dominante, pressionando bastante no ataque. Com isso, os paulistas largaram no jogo com maior número de finalizações, além de maior posse de bola. Isso também se refletiu nas primeiras boas chances do jogo, todas dos mandantes. Na principal, logo aos 10 minutos, Igor Gomes bateu da entrada da área para boa defesa de Marcelo Boeck.

A primeira finalização do Fortaleza só veio aos 30 minutos, com Titi. Dali em diante, o jogo tomou ares de equilíbrio. Com menos chances claras, os dois times apareciam no ataque e o Leão conseguia evoluir bem nas jogadas ensaiadas e na velocidade. Nesse cenário, o clube também começou a levar perigo para o gol paulistano, ainda que a etapa tenha terminado no zero.

Susto

A crescente do Fortaleza seguiu depois do intervalo. No meio de campo, o jogo era equilibrado, mas o Fortaleza apresentava mais qualidade na troca de bola e encontrava espaços para encaixar ataques. Com isso, as jogadas do Leão se tornaram os lances mais perigosos do jogo no segundo tempo. Na melhor, Robson recebeu na área e tentou de calcanhar, mas Volpi conseguiu salvar.

Na outra chance que teve, porém, Robson não desperdiçou. Aos 28, em cobrança de falta de Lucas Crispim, Robson apareceu entre os zagueiros para desviar de cabeça e desviar a bola para o cantinho do gol de Tiago Volpi.

Aos 32, um grande momento de tensão parou o jogo. Um dos massagista do São Paulo, Marcelinho Silva, passou mal à beira do campo, com uma crise convulsiva, e a partida foi interrompida por oito minutos. Para piorar, a ambulância que foi acionada para o atendimento teve dificuldades para funcionar por problemas na bateria, chegando ao massagista já após alguns minutos de paralisação. Depois, ele foi retirado e encaminhado a um hospital próximo ao estádio.

Depois, com a pressão psicológica e os minutos parados, o jogo caiu de ritmo e nenhuma das duas equipes conseguiu voltar a ser tão fatal. O São Paulo ainda teve um pênalti marcado, mas o VAR interferiu para, corretamente, anular a marcação.

Ficha do jogo

São Paulo o
Tiago Volpi; Bruno Alves, Robert Arboleda e Léo; Galeano, Luan, Rodrigo Nestor (Gabriel Sara), Igor Gomes (Talles Costa) e Reinaldo; Joao Rojas (Matín Benítez) e Pablo (Marquinhos). Técnico: Hernán Crespo.

Fortaleza 1
Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Éderson, Ronald (Matheus Jussa), Matheus Vargas (Romarinho), Lucas Crispim e Yago Pikachu; Robson (Igor Torres) e David (Osvaldo). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local do jogo: Morumbi, em São Paulo-SP
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
Gols: Robson (28’/2ºT | FOR)
Cartões amarelos: Joao Rojas, Hernán Crespo, Léo, Galeano (SÃO), Titi e David (FOR)

Ouça a partir do minuto 04′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending