conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Contra o Vasco, Náutico sai na frente, mas sofre gol de empate aos 47′ do 2º tempo

Vitor Brügger/Vasco

Publicados

em

Líder absoluto da Série B, o Náutico empatou mais uma e completou a 12ª rodada da Série B sem ainda conhecer o significado de derrota, um novo recorde para a competição desde a instauração do formato de pontos corridos, em 2006. O jogo, dessa vez, foi contra o Vasco da Gama, em São Januário. Em um primeiro tempo de total domínio alvirrubro, Vinícius marcou o gol do Timbu, mas, já aos 47 do segundo tempo, Morato empatou para o Vasco, que pressionou bastante na etapa final.

Como fica?

Com o empate, o Náutico segue na ponta da Série B e chega a 26 pontos, dois a mais que o Coritiba, que tem um jogo a menos. Com isso, o clube abre sete pontos dentro do G4. O Vasco, por sua vez, fica na sétima colocação. Agora, os dois times voltam a campo às 21h30 da quarta-feira, em campos nordestinos. Para o Vasco, o jogo é contra o CSA, no Rei Pelé. Para o Náutico, é contra o Brasil-RS, nos Aflitos. Os dois adversários ocupam a segunda página da tabela da Série B.

Domínio do Náutico

O jogo começou muito amarrado. Com dois times dando pouco espaço, o Náutico até tinha mais posse de bola, mas tinha dificuldades para ocupar a área vascaína. Retrato disso é que nos primeiros 18 minutos de jogo, só houve uma finalização – que foi alvirrubra. Nesse meio tempo, porém, o Vasco até conseguiu balançar as redes logo em sua primeira chegada ofensiva, mas Germán Cano recebeu a bola em posição irregular, o que invalidou o lance.

Com caminho fechado por baixo, o Náutico começou a trabalhar por cima. Em cobrança de falta de Jean Carlos, Kieza quase chegou, mas Carlão apareceu antes e errou o cabeceio. Na segunda chance, porém, não teria como evitar. Aos 31, Jean cobrou escanteio da direita e Vinícius, na primeira trave, apareceu desviando para abrir o placar.

Depois do gol, o Timbu conseguiu aumentar a intensidade, anulando a saída de jogo do Vasco, e seguiu levando perigo pelo alto e, também, em bons chutes da intermediária. E assim seguiu até o fim da primeira etapa, com um Náutico completamente dominante e próximo ao segundo gol.

Segundo tempo

Com mudanças no intervalo, o Vasco voltou com outra postura para a segunda etapa. Mais organizado, os cariocas fecharam espaços e começaram a exercer pressão no ataque, algo que já não faziam há alguns minutos. Ainda assim, a primeira grande chance foi do Náutico, com Kieza cabeceando para grande defesa de Vanderlei após cobrança de escanteio.

Ao longo da segunda etapa, o Vasco passou a ser o time com o controle da bola, frente a um Náutico mais cauteloso. O Alvinegro até finalizava mais, mas entrava pouco na área alvirrubra e raramente levava perigo real em seus ataques, enquanto o Náutico, jogando na velocidade, era bem mais agressivo em suas subidas.

O jogo seguia assim até os minutos finais e o Náutico dava sinais claros de que poderia marcar o segundo gol. Algo que não aconteceu. Neste cenário, quando o jogo já parecia resolvido e o Timbu ia levar os três pontos, Morato recebeu pela direita, invadiu a área e marcou o gol de empate – aos 47 do segundo tempo. O Náutico ainda voltou a pressionar e colocou uma bola na trave, mas já era tarde para evitar o empate.

Ficha do jogo

Vasco da Gama 1
Vanderlei; Léo Matos (Riquelme), Ernando, Leandro Castan e Zeca; Andrey, Matías Galarza (Juninho) e Marquinhos Gabriel (Arthur Sales); MT (Léo Jabá), Gabriel Pec (Morato) e Germán Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

Náutico 1
Alex Alves; Bryan, Carlão, Camutanga e Rafinha; Matheus Trindade (Iago Dias), Rhaldney (Djavan), Marciel (Luiz Henrique) e Jean Carlos; Vinícius e Kieza (Guillermo Paiva). Técnico: Hélio dos Anjos.

Local do jogo: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro-RJ
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)
Gols: Vinícius (31’/1ºT | NAU), Morato (47’/2ºT | VAS)
Cartões amarelos: Gabriel Pec, Léo Matos (VAS), Hélio dos Anjos, Rhaldney, Matheus Trindade, Djavan, Carlão e Vinícius (NAU)

Ouça a partir do minuto 14′:

Trending