conecte-se conosco
Hélio dos Anjos, técnico do Náutico Hélio dos Anjos, técnico do Náutico

NáuticoPESérie BÚltimas

Hélio vê duelo do Náutico contra Coritiba como o ‘mais difícil’ nesta Série B

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

O Náutico encara o Coritiba nesta sexta-feira (30), no estádio Couto Pereira, na capital paranaense, com dois importantes desfalques. O atacante Kieza, que está fora da temporada por conta de uma ruptura do tendão de Aquiles, e o meia Jean Carlos, com lesão no músculo adutor da coxa. Essas perdas somam-se à dificuldade que será o duelo contra o Coxa, vice-líder da Série B, e que mantém uma perseguição ao Alvirrubro pela primeira colocação. Assim, o técnico Hélio dos Anjos classifica o confronto como o “mais difícil” que o Náutico terá nesta Série B.

“Os principais desafios são a própria regularidade do time e seus valores individuais, que fazem o conjunto deles ser respeitado. Acredito piamente que vai ser o jogo mais difícil que vamos enfrentar nesta competição. Sabemos do potencial deles, dos interesses deles em relação à vitória e até nos ultrapassar a gente na tabela, então estamos atentos a isso. Mas o mesmo perigo que o Coritiba pode nos oferecer, podemos oferecer a eles. Então é um jogo muito equilibrado, onde não podemos perder a consistência de jogo nosso em momento algum e sermos o que sempre fomos”, afirmou o comandante do Náutico.

Por outro lado, um fator positivo para o Náutico é que o time poderá ter a volta do lateral-direito Hereda, que não atua desde o dia 29 de junho, no empate em 1 a 1 com o CRB. Hélio dos Anjos comentou que o atleta vem trabalhando normalmente com o grupo, sendo observado, mas não cravou a utilização. Até porque, com apenas uma semana de treinos, a parte física pode pesar para que ele não atue os 90 minutos. Então a decisão sobre a entrada de Hereda deve ser decidida mais próximo do jogo.

“O Hereda vem participando dos treinos com a gente desde segunda-feira. Fez um trabalho de transição no domingo, na segunda já esteve envolvido com o grupo nos trabalhos. Está em observação e vamos dar a ele toda a condição, primeiramente, para na hora de ser usado estar bem”, concluiu o treinador.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending