conecte-se conosco
Ramon Menezes, técnico do Vitória Ramon Menezes, técnico do Vitória

BASérie BÚltimasVitória

Ramon vê jogo igual entre Vitória e Avaí, mas lamenta desfalques

Foto: TV Vitória/Reprodução

Publicados

em

Depois de empatar dentro de casa com o Avaí em 0 a 0, o Vitória segue na sua sequência negativa na Série B, ainda brigando pra se afastar do Z4 da competição. No primeiro tempo contra o time catarinense, o Rubro-negro passou por alguns apertos e teve bastante dificuldade para chegar ao ataque, finalizando muitas vezes sem estar em boas condições para tal. O técnico Ramon Menezes, porém, avalia que a partida foi “igual” entre as duas equipes, até por conta do crescimento do Vitória na etapa final.

“Tivemos uma certa dificuldade, mas o jogo foi igual. Criamos, ao meu ver, duas oportunidades, uma claríssima de gol com Samuel. Faltou colocar bola para dentro. Dentro de casa, a gente espera vencer. Nós estamos lá embaixo na tabela e buscamos o equilíbrio. E foi isso que fiz com as peças e as opções que tenho”, disse o treinador do Leão.

Além de ter nove jogadores de fora da equipe por lesão, o Vitória foi para o duelo contra o Avaí com seis alterações em relação ao time que enfrentou o Grêmio, no meio da semana, pela Copa do Brasil. O comandante lamentou a situação, e disse que alguns jogadores têm sentido a má fase do Rubro-negro, o que acaba atrapalhando no rendimento deles durante as partidas. Por isso, também, justificou as várias mudanças para este sábado (31).

“A gente tem uma série de desfalques. Esse também é um motivo. Nosso grupo é muito jovem, têm jogadores que, nesse momento, estão sentindo e vão sentir mesmo. E eu fiz opção hoje por colocar time um pouco mais forte, que tivesse sustentação muito boa em campo na parte ofensiva e defensiva. Nós iríamos jogar hoje contra adversário que vinha bem no campeonato. Tenho que pensar na minha equipe, mas vindo de uma derrota em casa cria-se insegurança muito grande, principalmente nos jogadores mais jovens. Por isso, fiz opção por Ygor, tenta segurar um pouco mais a bola, coisa que a gente não conseguiu, mas ganhar um pouco mais de velocidade. E a entrada do Guilherme, jogador forte, também muito jovem”, concluiu Ramon Menezes, técnico do Vitória.

Trending