conecte-se conosco

ALCSASérie BÚltimas

Em jogo pouco criativo, CSA perde para o Remo em Belém

Foto: Fernando Torres/AGIF

Publicados

em

O jogo entre Clube do Remo e CSA não foi nenhuma grande aula de futebol. Com dois times amarrados no meio de campo em maior parte do tempo, a partida não teve grande demonstrações de criatividade e, até os minutos finais, foram poucas chances reais de gol. Na única que existiu ao longo dos primeiros 75 minutos de jogo, inclusive, o Remo conseguiu concretizar para selar a vitória pelo placar mínimo, com gol de Renan Gorne.

Como fica?

Com a vitória, o Clube do Remo ultrapassa o CSA em uma posição e um ponto, ficando em 12º, com 19 pontos. Os dois times já abriram uma margem sobre o Z4 (o CSA tem 5 pontos a mais), mas também estão longe da briga pelo acesso (o Remo tem sete pontos a menos). Agora, o Leão volta a campo às 16h da sexta, recebendo o Operário Ferroviário, enquanto o Marujo joga às 19h do dia seguinte, recebendo o Avaí.

Primeiro tempo

O jogo ainda estava procurando forma quando o placar saiu do zero. Em uma bela jogada do Remo, Igor Fernandes lançou para a área, Renan Gorne ajeitou e a bola sobrou para Erick Flores limpar a marcação, puxar o goleiro e devolver para Renan Gorne, livre e com o gol aberto, abrir o placar.

Após o gol, o jogo ganhou um ar menos criativo, com os dois times tendo dificuldades para chegar ao ataque. Em um jogo muito disputado, o Clube do Remo conseguia conter o CSA, e deixava o jogo controlado no meio de campo, mas isso só durou a primeira metade da etapa inicial.

Atrás no marcador, o CSA conseguiu subir o ritmo e tomar para si o domínio do jogo. Ao fim da etapa, o time já tinha conseguido igualar a posse de bola, que tinha chegado a ultrapassar os 70% para o Remo, além de ir para o intervalo aplicando um 7 a 1 nas finalizações, por mais que o único chute certo do jogo tenha sido justamente o único dos paraenses.

Segundo tempo

Após o intervalo, o jogo voltou àquela amarração de antes. Novamente com a posse de bola nos pés leoninos, a partida era muito travada, com muitas faltas e jogadas que não evoluíam, sem conseguir se converter em finalizações. Prova disso é que a terceira finalização da etapa só veio aos 27 minutos – não que isso tenha significado chance real de gol.

Na reta final, porém, o jogo ganhou um novo ânimo. Com mais espaço, o Remo foi ao ataque e até acertou uma bola na trave, aos 33, com o zagueiro Rafael Jansen cabeceando após cobrança de escanteio. Em resposta, aos 36, Dudu Beberibe, também de cabeça, aproveitou para cabecear a bola levantada e forçar Vinícius à melhor defesa do jogo. Dois minutos depois, outra grande defesa do goleiro-vereador, após jogada ensaiada na cobrança de falta.

Ficha do jogo

Clube do Remo 1
Vinícius; Thiago Ennes, Romércio, Kevem (Rafael Jansen) e Igor Fernandes. Anderson Uchôa (Pingo), Arthur e Matheus Oliveira (Wellington Silva); Victor Andrade (Lucas Tocantins), Erick Flores (Marcos Júnior) e Renan Gorne. Técnico: Felipe Conceição.

CSA 0
Thiago Rodrigues; Yuri, Lucão, Fabrício e Ernandes; Geovane, Silas (Bruno Mota) e Renato Cajá (Reinaldo); Gabriel, Marco Túlio (Iury Castilho) e Aylon (Dudu Beberibe) (Yago). Técnico: Ney Franco.

Local do jogo: Baenão, Belém-PA
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
Gols: Renan Gorne (8’/1ºT)
Cartões amarelos: Anderson Uchôa, Victor Andrade, Erick Flores, Thiago Ennes (REM), Aylon e Ernandes (CSA)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending