conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Vojvoda vê jogo equilibrado em revés para Ceará e chances perdidas pelo Fortaleza

Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Publicados

em

O Castelão foi palco de mais um Clássico-Rei, dessa vez, vencido pelo Ceará por 3 a 1. A derrota quebra a boa sequência vivida pelo Fortaleza no clássico, ainda sem derrotas frente ao rival na temporada, até então. Apesar disso, o treinador Juan Pablo Vojvoda reforçou que o trabalho no clube traz uma análise otimista sobre o tropeço.

Vendo um Fortaleza dominante no início e um jogo que se equilibrou no segundo tempo, Vojvoda afirmou que o Fortaleza perdeu oportunidades e que o placar poderia ter sido diferente. Na visão dele, porém, o trabalho segue mostrando sinais positivos.

“No primeiro tempo, o time do Fortaleza jogou bons 45 minutos, principalmente nos 25 minutos iniciais, com um jogo de posse de bola, de criação de jogadas de gol. Teve muita concentração. Eu acho que no primeiro tempo, o Fortaleza foi superior ao adversário. Baixou (nos últimos) 10 minutos, é uma coisa normal da partida, estávamos com uma intensidade e um jogo muito bom”, afirmou, antes de fazer sua análise sobre as consequências dessa queda de ritmo”.

“Baixou e o adversário conseguiu o gol, em um jogada isolada. O adversário não criava problemas ao Fortaleza. No segundo tempo, o adversário nivelou o jogo, sem ser superior ao Fortaleza, encontrou o gol em um momento importante para ele. Nós tivemos uma chance muito perigosa, com o David, não conseguimos fazer o gol, e eles conseguiram um gol de bola parada”.

Com essa análise de que o Leão poderia ter marcado mais gols, Vojvoda afirmou ser impossível identificar um elemento responsável pela derrota. “Acho que o futebol é um conjunto. Interfere o fator físico, emocional, tático, técnico. São muitos fatores, não é só uma alteração tática do adversário, uma resposta física da nossa parte. No primeiro tempo, se notou superioridade (do Fortaleza), no segundo tempo, o adversário igualou o jogo, pode converter o gol e o Fortaleza teve situações para converter e não pôde”.

Ainda assim, sua análise é positiva. “Nós temos que seguir pelo caminho que estamos transitando, de trabalho, humildade e funcionamento de equipe. Isso é otimismo, apesar de ter perdido a partida, eu acho que o funcionamento durante 30 a 40 minutos foi bom. O futebol é de resultados e, hoje, nós perdemos”.

Trending