conecte-se conosco
Santa Cruz Santa Cruz

PESanta CruzSérie CÚltimas

Santa Cruz amarga pior ataque do NE nas quatro divisões e o segundo pior do Brasil

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Dentre tantos pontos debatidos pelo técnico Roberto Fernandes sobre o mau momento do Santa Cruz na Série C, a falta de eficiência do sistema ofensivo tricolor é um dos mais recorrentes. Os números saltam os olhos, escancaram o tamanho do problema no setor: apenas quatro gols marcados em 10 jogos. Da Série A à Série D, o pior ataque do Nordeste. O segundo pior do Brasil.

Até aqui, os únicos gols do Santa Cruz na Série C foram nos empates em 2 a 2 e 1 a 1 com Jacuipense e Floresta, respectivamente, e no duelo do último domingo, contra o Manaus, no Arruda, que terminou em derrota por 2 a 1.

No recorte regional, entre os 38 clubes do Nordeste que disputam as quatro divisões do futebol brasileiro, subdivididos na Série A (4), Série B (6), Série C (7) e Série D (21), apenas ASA e Murici, ambos da Série D, se aproximam dos números do Santa Cruz, com 6 gols marcados.

A considerar, claro, dois adendos: tanto o maior número de jogos já disputados na Primeira e Segunda Divisões, com 14 e 15 rodadas, quando o menor número de duelos na Série D, com nove.

Nacionalmente, o Santa Cruz tem desempenho ofensivo melhor apenas em relação ao Jaraguá-GO, lanterna do grupo 5 da Quarta Divisão, que amarga um ponto em nove partidas, com dois gols marcados. Já o Rio Branco-PR, também último colocado da sua chave na Série D, assim como o Santa só marcou quatro gols.

Mas não é somente a partir deste diagnóstico que o baixo aproveitamento do ataque tricolor pode ser explicado. A alta rotatividade de atletas no setor também se mostrou um motivador. Isso porque, desde o início da temporada 2021, quinze jogadores para a posição já passaram pelo clube, sendo que seis deles já não estão mais no Arruda: Maxwell, Quiñonez, Lucas Batatinha, França, Bustamante e Adriano Michael Jackson.

Série A (Gols marcados até a 14ª rodada)

Flamengo – 25 gols
Corinthians – 12 gols
Bahia – 18 gols
Grêmio – 6 gols
Athletico PR – 21 gols
Fluminense – 10 gols
Chapecoense – 11 gols
Cuiabá – 13 gols
Sport – 8 gols
Ceará – 17 gols
Fortaleza – 22 gols
São Paulo – 9 gols
Palmeiras – 25 gols
Atlético-MG -21 gols
Bragantino – 25 gols
Internacional – 12 gols
Juventude – 9 gols
América-MG – 11 gols
Santos – 16 gols
Atlético-GO – 12 gols

Série B (Gols marcados até a 15ª rodada)

Náutico – 24 gols
Coritiba – 18 gols
Goiás – 15 gols
Vasco – 19 gols
Botafogo – 21 gols
Cruzeiro – 18 gols
Guarani – 24 gols
CRB – 22 gols
Sampaio Corrêa – 17 gols
Londrina – 10 gols
Remo – 11 gols
Brusque – 19 gols
Confiança – 11 gols
Avaí – 17 gols
Operário-PR – 13 gols
CSA – 14 gols
Vila Nova – 11 gols
Ponte Preta – 10 gols
Brasil de Pelotas – 11 gols
Vitória – 11 gols

Série C (Gols marcados até a 10ª rodada)

Santa Cruz – 4 gols
Volta Redonda – 12 gols
Botafogo-PB – 10 gols
Manaus -13 gols
Altos – 13 gols
Ferroviário – 7 gols
Floresta – 7 gols
Tombense – 13 gols
Jacuipense – 8 gols
Paysandu – 10 gols
Ypiranga- RS – 19 gols
Novorizontino – 13 gols
Criciúma – 8 gols
Ituano – 10 gols
Botafogo-SP – 11 gols
Mirassol – 12 gols
Figueirense – 7 gols
São José – 9 gols
Paraná – 10 gols
Oeste – 4 gols

Série D (Gols marcados até a 9ª rodada)

Castanhal – 18 gols
São Raimundo – RR – 14 gols
Galvez – 11 gols
Penarol AM – 10 gols
Ypiranga-AP – 10 gols
Fast – 16 gols
Gas – 11 gols
Atlético-AC – 9 gols
4 de Julho – 14 gols
Guarany de Sobral – 13 gols
Imperatriz – 12 gols
Moto Club – 10 gols
Juventude Samas – 11 gols
Paragominas – 13 gols
Palmas – 12 gols
Tocantinópolis – 13 gols
ABC -16 gols
América-RN – 17 gols
Campinense – 15 gols
Treze – 16 gols
Atlético-CE – 14 gols
Sousa – 14 gols
Caucaia – 13 gols
Central – 7 gols
Juazeirense – 11 gols
Retrô – 13 gols
Itabaiana – 11 gols
Sergipe – 9 gols
Bahia de Feira – 9 gols
Atlético-BA – 7 gols
ASA – 6 gols
Murici – 6 gols

Aparecidense – 10 gols
Goianésia – 11 gols
União Rondonópolis – 13 gols
Brasiliense – 16 gols
Nova Mutum – 12 gols
Porto Velho – 7 gols
Gama – 7 gols
Jaraguá – 2 gols
Ferroviária – 17 gols
Caldense – 21 gols
Uberlândia – 15 gols
Boa Esporte – 14 gols
Rio Branco/VN – 10 gols
Rio Branco/ES – 9 gols
Águia Negra – 9 gols
Patrocinense – 7 gols
Portuguesa – 13 gols
Santo André – 9 gols
Madureira – 9 gols
Cianorte – 7 gols
Bangu – 8 gols
Inter de Limeira – 5 gols
Boa Vista – 5 gols
São Bento – 5 gols
Cascavel – 19 gols
Joinville – 9 gols
Caxias – 11 gols
Juventus-SC – 7 gols
Marcílio Dias – 6 gols
Esportivo – 6 gols
Aimoré – 8 gols
Rio Branco/PR – 4 gols

Trending