conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Com retorno de Everton Felipe, Sport mantém média elevada de ‘repatriações’ pós-2015

Williams Aguiar/Sport Recife

Publicados

em

O Sport está muito próximo de um acerto com o meia Everton Felipe, cria da base leonina e destaque do clube nas temporadas 2016 e 2017. Com esse retorno iminente, o Sport segue na alta média de repatriações que acontece desde a volta de Diego Souza à Ilha do Retiro, em 2016, em um ato que iniciou uma sequência de retornos de destaques anteriores do clube.

Nesse contexto, Everton Felipe já é o segundo repatriado nesta temporada. Antes dele, o centroavante André também tinha assinado pelo Leão, mais de três anos após sua última passagem, encerrada no início de 2018. André, inclusive, é remanescente daquela campanha de 2015, que é a que lidera no quesito de jogadores repatriados.

Além do camisa 90, neste ano, Rithely (em 2020), Marlone (em 2018), Hernane Brocador (em 2018), o próprio André (em 2017) e Diego Souza (em 2016) já tinham retornado ao Sport após fazer parte da campanha de destaque nacional.

Everton surgiu no Sport logo na sequência daquela temporada, defendendo o time na 1º Divisão entre 2016 e 2018.

Esse também foi o período que durou a passagem de Rogério no Sport, antes de retornar ao clube no ano passado para uma passagem relâmpago. Essa, inclusive, foi a passagem de menos brilho entre os jogadores repatriados. Rogério fez apenas sete jogos no retorno, em um intervalo de pouco menos de um mês.

O caso com maior intervalo entre a primeira passagem e o retorno foi o lateral direito Patric, recém-saído do clube. Destaque do time entre 2013 e 2014, Patric retornou seis ano depois, no ano passado.

O último ano sem repatriações foi justamente em 2015, ano da melhor campanha nacional do Sport nos pontos corridos. Do outro lado, 2018 e 2020 aparecem como os anos com mais retornos neste recorte, com três repatriados.

As repatriações do Sport nos últimos anos

2021
M – Everton Felipe (2016-2018)*
A – André (2015, 2017-2018)

2020
Ld – Patric (2013-2014)
A – Rogério (2016-2018)
V – Rithely (2011-2018)

2019
V – Marcão (2018)

2018
V – Anselmo (2017)
M – Marlone (2015)
A – Hernane Brocador (2015)

2017
A – André (2015)

2016
M – Diego Souza (2014-2015)

2015
Sem repatriações

2014
Ld – Vítor (2011)
Z – Durval (2006-2009)

*negociação ainda não oficializada

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending