conecte-se conosco

BASérie BÚltimasVitória

Em busca de novo técnico, Vitória notifica Rodrigo Chagas para retornar ao clube

Publicados

em

Em busca de um novo treinador, o Vitória vive um impasse. Isso porque, de acordo com nova regra da CBF, cada clube só pode demitir o técnico uma vez, e durante a Série B o Rubro-negro já tirou do comando da equipe Rodrigo Chagas e na última quinta-feira (5) Ramon Menezes. Dessa forma, o Leão não poderia mais contratar um terceiro treinador, tendo que terminar o Brasileiro com um profissional que já esteja “na casa” há pelo menos seis meses.

Coincidência ou não, até agora o clube não se pronunciou oficialmente sobre a saída de Ramon Menezes, que já deixou o clube. Já com relação a Rodrigo Chagas, em comunicado divulgado nesta sexta-feira (6), o Vitória informou que, como não houve acordo para um desligamento em comum acordo, o profissional foi notificado para retornar as suas funções no clube.

Antes de assumir o elenco profissional, Rodrigo Chagas era o técnico das categorias de base. No entanto, já afirmou que pretende seguir a carreira de treinador em outra equipe.

“A proposta que eles fizeram é lá embaixo, que não cabe. E eu fiz a contraproposta. Quando eu fiz o meu contrato com o clube, meu contrato de base foi encerrado. Adicionou um contrato novo de profissional”, explicou Ramon em entrevista ao GE.

Em meio a esses impasses, a diretoria de futebol segue em conversações para o anuncio do novo treinador. O nome mais forte, e já contactado, é o de Wagner Lopes, que estava no Vila Nova. No currículo, passagens também por Botafogo-SP, Atlético-GO, Joinville, Paraná, Sampaio Corrêa, Bragantino, Goiás, Criciúma entre outros.

Veja o comunicado do Vitória sobre Rodrigo Chagas

Afim que não pairem duvidas a respeito, o EC Vitória esclarece que o funcionário Rodrigo Chagas é profissional de carreira no clube desde 2017. Em 2020 ele foi instado a mudar de setor indo prestar serviços na equipe de futebol profissional. Findo a sua missão em Junho de 2021, este funcionário foi liberado para gozo de férias, e ao retornar, por sua iniciativa, buscou-se um acordo amigável para o seu desligamento do quadro de funcionários do clube. Como, até o momento, não se chegou a um acordo o funcionário foi notificado para retornar imediatamente as suas funções no clube.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending