conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Bahia inicia preparação em busca de substituto para Rossi; veja opções e números

Maycon Douglas, Oscar Ruiz, Thonny Anderson e Ronaldo surgem como principais alternativas

Fotos: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Publicados

em

Depois do empate diante do Cuiabá, o Bahia recebeu folga e iniciou nesta terça-feira, no CT, a preparação para enfrentar o Atlético-GO. Para o confronto, o técnico Dado Cavalcanti terá, dentro outros, a missão de encontrar um substituto para Rossi, suspenso. Peça importante, o NE45 traz as opções para o treinador de olho no confronto que ocorre domingo, às 18h15, no estádio de Pituaçu. Confira abaixo.

Maycon Douglas

Dentre as peças trazidas nesta matéria, Maycon Douglas é o que mais disputou partidas na Série A, além de ter sido a primeira opção sempre que Dado mexe no setor ofensivo em quatro das cinco partidas. No Brasileirão, tem sido acionado principalmente pelo lado esquerdo do ataque.

Jogos: 15 (2 como titular)
Minutos por jogo: 26
Gols: 1
Assistências: 0
Grandes chances criadas: 0
Finalizações por jogo: 0.7
Dribles por jogo: 0.8

Óscar Ruiz

Foi titular na última partida no lugar de Gilberto e alternou entre a referência e o lado esquerdo do ataque. No Brasileirão, tem 13 partidas e ainda não balançou as redes, mas não vem agradando a torcida do Esquadrão.

Jogos: 13 (1 como titular)
Minutos por jogo: 16
Gols: 0
Assistências: 0
Grandes chances criadas: 0
Finalizações por jogo: 0.5
Dribles por jogo: 0.3

Thonny Anderson

O atacante não tem presença confirmada pois ficou de fora contra o Cuiabá por uma entorse no tornozelo, onde o Esquadrão não estipulou previsão de retorno. Na Série A, disputou dez partidas, sendo quatro enquanto titular e não marcou gol, mas deu uma assistência.

Jogos: 10 (4 como titular)
Minutos por jogo: 37
Gols: 0
Assistências: 1
Grandes chances criadas: 2
Finalizações por jogo: 0.7
Dribles por jogo: 0.6

Ronaldo

Cria da base do Esquadrão, passou a figurar nos profissionais nas últimas semanas, estreando diante do Atlético-MG, na ida da Copa do Brasil, e teve boa movimentação, apesar de ter perdido chance clara. Pelo Brasileirão, disputou apenas uma partida (contra o Sport), onde atuou por nove minutos, sem gol ou assistência e registro de estatísticas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending